Kleber: sinônimo de polêmicas no Palmeiras

Segunda passagem do atleta pelo Verdão foi mais marcada pelos problemas extracampo do que pelos gols feitos dentro dele

Há pouco mais de um ano, os torcedores do Palmeiras festejavam o anúncio do retorno do atacante Kleber ao Verdão. Com declarações de amor ao time de Palestra Itália e com as boas exibições do camisa 30 em 2008 ainda vivas na memória, o Gladiador era a grande esperança da torcida alviverde para a conquista de títulos.

Entretanto, durante este período em que Kleber vestiu a camisa do Palmeiras pela segunda vez, o jogador decepcionou a todos, colecionando fracassos e polêmicas em sua conturbada passagem pelo Verdão.

Além do fraco desempenho dentro de campo, onde não conquistou títulos, o jogador desfalcou a equipe diversas vezes por conta de lesões e tem números insignificantes para um atacante, como o fato de ter marcado apenas três gols neste Brasileirão.

O problema é que Kleber extrapolou os limites e foi personagem de uma sucessão de problemas fora de campo, que contribuíram, e muito, para a crise atual vivida pelo alviverde.

Desde a quebra do nível hierárquico no clube, quando insultou o vice-presidente Roberto Frizzo publicamente ao chamá-lo de mau-caráter até as duras críticas feitas a Felipão, treinador que sempre esteve ao lado do atleta, escolhendo ele, inclusive, como capitão da equipe em diversas partidas, o camisa 30 pisou na bola mais de uma vez e passou de ídolo a vilão dos torcedores alviverdes.

Sem contar que há poucos meses veio à tona a notícia de que o “palmeirense” Kleber fora sócio no passado da maior torcida organizada do rival Corinthians.

Porém, a gota d’água aconteceu na véspera da partida contra o Flamengo. Na última terça, o volante João Vitor se envolveu em uma confusão com torcedores, Kleber tomou as dores do companheiro e relatos dão conta de que ele teria discutido com Felipão e membros da diretoria.

A atitude do atleta revoltou o treinador Luiz Felipe Scolari e fez com que o treinador perdesse a paciência com o atleta. Após a partida contra o Flamengo, Felipão declarou que “não vale mais a pena”, deixando claro que não pretende mais trabalhar com o atacante.

Assim, Kléber não deve mais vestir a camisa do Palmeiras e deixará o clube, que tanto o apoiou e se esforçou para repatriá-lo, pelas portas do fundo. Pela série de problemas causados pelo atleta fora de campo e pelo fraco desempenho dentro das quatro linhas, Kleber não deixará saudades no Palestra Itália.

Top