Justiça mantém anulação de 14 questões do Enem para alunos do Colégio Christus

Nesta quarta-feira, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região, (TRF-5), em Pernambuco, decidiu manter a anulação de 14 questões do Exame Nacional do Ensino…

Nesta quarta-feira, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região, (TRF-5), em Pernambuco, decidiu manter a anulação de 14 questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), somente para os alunos do Colégio Christus, de Fortaleza.

A decisão foi tomada após avaliação de um recurso protocolado pelo Ministério Público do Ceará, em 11 de novembro, que pedia a anulação das questões para todo o Brasil. O pedido foi avaliado pelo presidente do TRF-5, Paulo Roberto de Oliveira Lima e 11 desembargadores, sendo que somente um desembargador votou contra. Ainda cabe recurso no Superior Tribunal de Justiça.

Segundo o presidente do TRF-5, tanto a anulação das questões seja para os alunos do Colégios Christus ou para o Brasil todo,  não são consideradas soluções adequadas, mas considerou que “não vale sacrificar o todo pela parte”.

A decisão tomada, hoje, afeta 639 alunos que tiveram acesso antecipado à tais questões, que constavam em apostilas de material de apoio, distribuídas a alunos do 3ª ano do Ensino Médio. O episódio foi revelado três dias após a aplicação do Exame Oficial, quando um estudante publicou, em seu Facebook, as fotos de quatro apostilas distribuídas por um professor. Os estudantes chegaram a ter o Enem anulado, mas uma nova decisão da justiça validou os exames.

Top