História do Chocolate/Efeitos do Chocolate

A história do chocolate é bem interessante e curiosa. O chocolate não era considerado um alimento, ele era muito utilizado em celebrações, rituais, chegando até mesmo a ser considerado como moeda. Com sentido místico e religioso, o doce feito a partir a amêndoa torrada do cacau é hoje um dos mais cobiçados entre as pessoas. Conheça aqui uma breve história do chocolate/efeitos do chocolate.

História do Chocolate/Efeitos do Chocolate (Foto: MdeMulher)

História do Chocolate/Efeitos do Chocolate (Foto: MdeMulher)

História do Chocolate/Efeitos do Chocolate

Seu surgimento vem desde as civilizações asteca e maia, onde hoje fica o México e a Guatemala. No tempo dessas civilizações o chocolate era considerado um presente dos deuses, trazendo sabedoria e poder para quem o consumisse em rituais. Os povos dessas civilizações torravam as sementes do cacau e misturavam iguarias como, por exemplo: pimenta, uma base de milho fermentado e especiarias. O que resultava em um sabor bem diferente do que se conhece hoje e tinha também uma consistência líquida. Continue lendo sobre a história do chocolate/efeitos do chocolate aqui.

Veja aqui também: Páscoa 2016: Novidades e Lançamentos

O chocolate varia de acordo com o recheio (Foto: MdeMulher)

O chocolate varia de acordo com o recheio (Foto: MdeMulher)

Curiosidades sobre o Chocolate

O chocolate nasceu como a bebida preferida dos deuses maias.

Virou moeda para os astecas e se tornou barra no século 19, na Europa.

Alimentou o exército americano na Segunda Guerra e a ciência descobriu suas capacidades antidepressivas.

Nos últimos 3.500 anos, o alimento feito à base de cacau já passou por quase todo tipo de forma, cor e sabor – bombom, oval, branco, amargo.

É tanta polivalência que até uma versão inalável surgiu em 2009.

Com as invasões espanholas na América, o chocolate foi levado para o continente europeu e foi sendo modificado nos mosteiros espanhóis. Na Suíça, recebeu açúcar e leite e passou a ter uma consistência diferente. A história do chocolate caminhou para a evolução e hoje já é possível encontrar vários tipos, como ao leite, meio amargo, branco, trufado. No Brasil, a venda de chocolate faz sucesso durante o ano todo, especialmente no período de páscoa.

Veja aqui: Ovos de Páscoa 2016: modelos, preços

Os ovos feitos com chocolate amargo são muito mais saudáveis (Foto: MdeMulher)

Os ovos feitos com chocolate amargo são muito mais saudáveis (Foto: MdeMulher)

Chocolate e seus Efeitos

O chocolate proporciona grandes sensações de prazer. Segundo a nutricionista Eliane Said Dutra, ele possui uma substância chamada metilxantina, que traz sensações de bem-estar parecidas, mas em escala bem menor, que a Cannabis sativa. E o vício do qual algumas pessoas tentam se livrar pode ser ocasionado pelas substâncias de sua composição que se ligam no cérebro aos receptores para opióides, substâncias que causam dependência.

Existem várias versões de ovos de chocolate (Foto: MdeMulher)

Existem várias versões de ovos de chocolate (Foto: MdeMulher)

Chocolate provoca bem estar

Uma outra ação que está relacionada ao bem-estar é o aumento da produção de fenilfetilamina, uma substância do grupo das endorfinas, que também proporciona sensações de prazer. Quanto às reações estimulantes, não são causadas pelo chocolate, visto que contém cafeína em quantidades mínimas, correspondendo a 5% de uma xícara de café. O chocolate tem poderes afrodisíacos e ação antioxidante que melhora o sistema circulatório e diminui a pressão sanguínea. Pesquisas recentes já apontam que o consumo moderado do chocolate, principalmente do tipo amargo, pode contribuir com a saúde humana.

Conheça mais detalhes sobre a história do chocolate

Reply