Hábitos ruins de sono pode influenciar a obesidade

Um estudo sueco, acaba de concluir que uma região do cérebro responsável pela sensação de apetite é acionada com mais acuidade depois de uma…

Por Editorial MDT em 31/01/2012

Imagem: (Foto Divulgação)

Um estudo sueco, acaba de concluir que uma região do cérebro responsável pela sensação de apetite é acionada com mais acuidade depois de uma noite mal dormida. Costumes ruins de sono pode, desse modo, elevar os riscos de um indivíduo ficar acima do peso em longo prazo.

Estudo anteriores já haviam evidenciado que uma única noite inteira sem sono em um homem jovem com peso estimado como normal era o suficiente para reduzir o gasto energético na manhã seguinte. E mais,  ainda foi apontado que os indivíduos apresentavam  níveis altos de fome, o que indica que uma perda de sono aguda pode comprometer a percepção à comida.

Uma nova análise feita em universidades europeias, analisaram quais partes do cérebro são influenciadas pela perda de sono, através da ressonância magnética, no cérebro de 12 homens com peso normal, enquanto eles observavam figuras de comidas. Logo depois, foram confrontados os resultados após uma noite normal de sono e de uma noite mal dormida.

 “Depois de uma noite toda sem dormir, esses homens mostraram níveis altos de ativação de uma área do cérebro que está envolvida no desejo de comer. Tendo em mente que o sono insuficiente é um problema crescente na sociedade moderna, nossos resultados podem explicar por que hábitos pobres de sono afetam os riscos do ganho de peso em longo prazo. Isso pode levar a crer que é importante dormir cerca de oito horas para manter um peso corporal estável e saudável”, diz Benedict.

Top