Flamengo tropeça em casa e apenas empata com o Palmeiras

Rubro-negro perdeu a chance de colar nos primeiros colocados do Brasileirão. Já o Verdão ameniza um pouco a crise, mas fica longe da Libertadores

Empate no Engenhão não é considerado bom para as pretensões de Flamengo e Palmeiras

O Flamengo apenas empatou com o Palmeiras em 1 a 1, no Engenhão, e perdeu a chance de se aproximar de vez dos líderes do Brasileirão. Em uma partida bastante movimentada no Rio de Janeiro, o Flamengo abriu o marcador com gol de Thiago Neves, mas viu Maikon Leite deixar tudo igual pouco tempo depois.

O empate impediu o Flamengo de conquistar a quarta vitória seguida e diminuir a diferença para o primeiro colocado. Para o Verdão, o resultado minimiza um pouco o momento conturbado do clube, mas deixa a equipe cada vez mais distante de conquistar uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Primeiro tempo de muita marcação

A marcação deu o tom da primeira etapa no Engenhão. Com os dois sistemas defensivos bem posicionados em campo, as duas equipes encontravam enormes dificuldades na hora de articular jogadas de ataque.

Aos 11 minutos, Luan dominou pela esquerda, fintou o zagueiro e bateu, mas o chute saiu fraco e Felipe defendeu com facilidade.

A partir dos 15, o Flamengo assumiu o controle do jogo e passou a ficar mais tempo com a bola nos pés. Tanto que, aos 16, o Mengão criou a principal jogada de gol do primeiro tempo. Léo Moura cruzou, Deivid tentou de bicicleta e a bola sobrou na cabeça de Botinnelli, que mandou na trave. No rebote, Thiago Neves testou, Deola fez excepcional defesa e a bola voltou para Léo Moura cabecear no travessão.

A resposta alviverde veio aos 21. Patrick roubou a bola no ataque e cruzou para Fernandão na área, mas o centroavante se atrapalhou na hora de dominar e finalizou fraco nas mãos de Felipe.

O jogo seguia bastante movimentado no Engenhão. Aos 26, foi a vez do Flamengo assustar com Thiago Neves. O meia bateu forte de longe e Deola espalmou para escanteio.

No fim da etapa inicial, o Palmeiras voltou a organizar boas jogadas ofensivas. Na melhor delas, aos 40, Cicinho cruzou na área, Luan escorou de cabeça para Maikon Leite encher o pé, mas a bola explodiu na zaga flamenguista.

O problema do Flamengo era a quantidade excessiva de passes errados.

Gol para lá, gol para cá

O panorama do jogo seguiu o mesmo no segundo tempo. A partida permanecia truncada no meio de campo, com os dois times tendo problemas para transformar as jogadas em gol. Porém, aos 10 minutos, o Mengão armou um contra-ataque mortal e abriu o placar. Depois de Maikon Leite perder a bola no campo de ataque, Renato Abreu lançou a bola para Thiago Neves. O meia dominou pelo lado direito e bateu cruzado, no canto do gol de Deola.

Depois do gol, o Palmeiras acelerou o jogo e adotou uma postura mais agressiva em campo. Com boa troca de passes pelos lados do campo, o Verdão partiu para cima do Mengão e chegou ao empate aos 18. Cicinho fez ótima jogada pelo lado direito e deu um passe açucarado para Maikon Leite. O atacante finalizou de primeira no ângulo do gol de Felipe e igualou o marcador: 1 a 1 no Engenhão.

O gol de empate deu mais tranquilidade para o Palmeiras, que passou a explorar os contra-ataques. Aos 23, Ricardo Bueno partiu pela esquerda e rolou para Luan bater, mas o chute saiu por cima do gol. Aos 32, o Flamengo deu o ar da graça com Jael. O atacante dominou na entrada da área e finalizou rasteiro para boa defesa de Deola.

Nos últimos dez minutos a partida ficou aberta e as duas equipes foram para cima em busca do gol da vitória, mas sem êxito.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1X1 PALMEIRAS

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, Alex Silva e Junior Cesar; Aírton (Fierro), Willians (Negueba), Renato e Bottinelli; Thiago Neves e Deivid (Jael). Técnico Vanderlei Luxemburgo.

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Henrique, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Marcos Assunção (Rivaldo), Chico, Patrick (Tinga) e Luan; Fernandão (Ricardo Bueno) e Maikon Leite. Técnico Luis Felipe Scolari.

Renda e Público: R$ 522.325/18.397 pagantes

 

Gols: Thiago Neves (10’/2ºT); Maikon Leite (17’/2ºT)

Cartões amarelos: Flamengo: Willians (34’/1ºT), Alex Silva (32’/2ºT), Negueba

(39’/2ºT) ; Palmeiras: Marcos Assunção (31’/1ºT), Patrick (36’/1ºT), Cicinho (40’/1ºT), Thiago Heleno (15’/2ºT).

Top