Brasileirão embolou de vez na parte de cima da tabela Brasileirão embolou de vez na parte de cima da tabela

Brasileirão embolou de vez na parte de cima da tabela

Depois de 29 rodadas percorridas, diferença entre o primeiro e o sexto colocado é de apenas quatro pontos. Promessa de muita emoção nas últimas nove rodadas

Por Redacao em 14/10/2011

Corinthians, de Julio César, segue na ponta, mas vê os adversários na cola

Com o complemento da 29ª rodada do Brasileirão, na noite de quinta-feira, o campeonato embolou totalmente na parte de cima da tabela e somente quatro pontos separam o líder Corinthians, que tem 51, do sexto colocado Fluminense, 47. Diferença pequena e que permite a seis clubes ainda sonharem com a conquista do título nacional: além de Timão e Flu, Vasco, Botafogo, São Paulo e Flamengo também seguem vivos na luta pelo troféu.

Definitivamente, essa é a edição mais equilibrada de um Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos. Somente em 2004, a situação era semelhante a essa altura. Naquele ano, a distância entre o líder Santos e o sexto colocado Palmeiras também era de quatro pontos. A diferença é que o torneio de 2004 contava com a participação de 24 clubes.

Tamanho equilíbrio no Brasileirão de 2011 reflete ainda na baixa pontuação atingida pelo primeiro colocado após 29 rodadas. Em comparação às edições passadas do torneio, o líder deste ano, o Corinthians, tem a menor pontuação entre todos os líderes do Brasileirão, desde 2003.

Enquanto o Timão somou até aqui 51 pontos, aproveitamento de 58,6%, no ano passado, por exemplo, o Cruzeiro já havia conquistado 54 pontos, com 62,7% de aproveitamento. Entretanto, o líder com o melhor desempenho depois de 29 rodadas é o São Paulo de 2007. Naquela ocasião, o Tricolor havia atingido a essa altura do torneio a casa dos 63 pontos, aproveitamento de 72,41%.

Diante destes números, é possível imaginar que o campeão brasileiro de 2011 será definido apenas na última rodada e atingirá a menor pontuação desde que o torneio passou a ser realizado no formato de pontos corridos. Fator que mostra o quanto um torneio com essa fórmula de disputa pode ser emocionante do início ao fim.

Veja o comparativo de pontos entre os líderes em todas as edições de pontos corridos do Brasileirão até a 29ª rodada

2011 – Corinthians – 51 pontos – 58,6% de aproveitamento

2010 – Cruzeiro – 54 pontos – 62,7% de aproveitamento

2009 – Palmeiras – 54 pontos – 62,7% de aproveitamento

2008 – Grêmio – 56 pontos – 64,37% de aproveitamento

2007 – São Paulo – 63 pontos – 72,41% de aproveitamento

2006 – São Paulo – 58 pontos – 67,82% de aproveitamento

2005 – Corinthians – 57 pontos – 65,52% de aproveitamento

2004 – Santos – 52 pontos – 59,77% de aproveitamento

2003 – Cruzeiro – 55 pontos – 63,22% de aproveitamento

Top