Pela vitória, Cruzeiro e São Paulo medem forças em Sete Lagoas

Equipe celeste precisa dos três pontos para se afastar da Z-4. Já o Tricolor necessita do triunfo para seguir no G-5

Por Redacao em 05/10/2011

Artilheiro do Tricolor no nacional, com sete gols, Dagoberto é a esperança de gols em Sete Lagoas

O encontro entre Cruzeiro e São Paulo, quarta, às 21h50, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, em partida antecipada pela CBF, colocará frente a frente duas equipes que têm pretensões bastante distintas no Brasileirão.

Com apenas 29 pontos, na 16ª colocação, o Cruzeiro vive o fantasma do rebaixamento e uma derrota pode colocar o time celeste pela primeira vez na zona da degola da competição. Para isso, bastaria o Atlético Paranaense derrotar o Avaí, no domingo. Por outro lado, em situação bem mais confortável, o terceiro colocado, São Paulo tenta se reabilitar da derrota para o Flamengo em casa na última rodada para permanecer no G-5.

Cruzeiro com a corda no pescoço

Pelos lados da Toca da Raposa, os jogadores tentam encerrar o jejum de oito jogos sem vitórias, todas válidas pelo segundo turno. Neste período, o Cruzeiro conquistou somente dois pontos e possui a pior campanha da segunda metade do nacional.

Para reverter a situação e afastar um pouco o fantasma do descenso, o técnico Vagner Mancini contará com dois reforços. Depois de cumprir suspensão, o volante Marquinhos Paraná retorna à equipe. Quem também volta a ser relacionado é o atacante Wellington Paulista, recuperado de lesão. Porém, Wellington deve iniciar a partida entre os reservas.

Mas nem tudo são flores pelos lados da Raposa. O volante Fabrício e o atacante Bobô, lesionados, estão fora do duelo.

Diante da péssima fase da equipe no torneio, o técnico Vagner Mancini ressalta a importância de contar com o apoio da torcida na partida contra o Tricolor paulista. “Espero que o nosso torcedor jogue junto com a gente, que vá ao estádio e nos incentive. Peço que o torcedor dê mais uma chance para a gente, que cobre o time, mas que incentive bastante. Desta forma, a gente vai se sentir mais seguro em campo”, pediu o treinador cruzeirense.

Para permanecer próximo dos líderes

Na terceira colocação, com 46 pontos, o São Paulo pretende aproveitar a má fase dos cruzeirenses no torneio para conquistar a vitória e continuar vivo na briga pelo título. E a principal arma são-paulina é o fato de atuar fora de casa. Dono da melhor campanha como visitante, o Tricolor conquistou mais da metade de seus pontos longe do estádio do Morumbi. Em 13 partidas como visitante, o São Paulo venceu sete, empatou três e perdeu três.

Para o duelo, o técnico Adilson Batista terá três desfalques. O volante Wellington e o meia Lucas, suspensos, e o lateral-direito Iván Piris, que defenderá a Seleção Paraguaia nas eliminatórias para a Copa do Mundo. Com o desfalque do jovem Lucas, Adilson ainda não decidiu se escala Carlinhos Paraíba ou Rivaldo. Carlinhos afirma estar pronto para jogar. “Eu tenho que sempre trabalhar para estar jogando. Quem vai jogar fica a critério do treinador. Todos nós queremos jogar, mas infelizmente um ou dois jogam. Estou preparado para receber uma oportunidade”, ressaltou Carlinhos.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO X SÃO PAULO

Cruzeiro: Fábio; Vitor, Léo, Victorino e Everton; Marquinhos Paraná, Sandro Manoel (Charles), Roger e Montillo; Keirrison  e Farías. Técnico: Vagner Mancini

São Paulo: Rogério Ceni; Jean, Rhodolfo, João Filipe e Juan; Casemiro, Denílson, Carlinhos Paraíba (Rivaldo) e Cícero; Dagoberto e Luis Fabiano. Técnico: Adilson Batista

Árbitro: Paulo Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Nadine Camara Bastos (SC)

Top