Filhos brigando na escola, como lidar

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos pais é quando a criança começa a brigar na escola. Eles precisam ter cuidado para simplesmente não brigar…

Por Isabella Moretti em 24/09/2013

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos pais é quando a criança começa a brigar na escola. Eles precisam ter cuidado para simplesmente não brigar com o filho, mas sim dar conselhos e mostrar que a agressividade com os coleguinhas é algo errado.

Se a criança anda brigando muito na escola, é importante descobrir os motivos. (Foto:Divulgação)

Muitos pais não sabem como lidar com os filhos que brigam na escola. Superprotetores, eles acabam indo ao colégio para discutir com o coleguinha que participou da briga e até mesmo com os profissionais do ambiente escolar.

Em suma, briga não pode ser combatida com mais briga. O ideal é propor um diálogo para resolver a situação e corrigir o comportamento inadequado da criança com um bom exemplo.

Como lidar com o filho que anda brigando na escola?

• É importante investigar os motivos que levam a criança a ter um comportamento agressivo. Normalmente a raiz do problema está em um estado emocional debilitado.

• Os pais devem sempre procurar ouvir as crianças para amenizar os conflitos internos.

• Por mais que a criança tenha errado, é fundamental manter o diálogo. Não dá para simplesmente bater, dar bronca ou deixar de castigo.

• Muitos pais acham ‘engraçadinho’ a criança brigar na escola, morder ou bater um coleguinha. No entanto, este tipo de aprovação deve ser banido, pois incentiva o filho a ser mais violento a cada dia.

• A coordenadora pedagógica deve chamar os pais para uma conversa na escola e tentar achar uma solução para o comportamento inadequado da criança. A orientação de um psicólogo neste processo é importante.

A coordenadora pedagógica deve orientar os pais. (Foto:Divulgação)

• É essencial que a escola e a família tenham atitudes harmônicas para melhorar o comportamento da criança.

• Os pais devem controlar a agressividade dentro de casa, afinal, a criança é o espelho da sua família.

• Os responsáveis devem deixar claro à criança que a agressão não é a melhor forma de conseguir o que se quer.

• A escola deve ensinar os alunos a resolver os conflitos pacificamente.

• Se os pais têm dificuldades para conversar com os filhos, aqui vão algumas dicas: conte como você agia na idade dele em situações parecidas, assista filmes que falam sobre brigas entre crianças ou leia um livro para transmitir valores.

O castigo físico não adianta. Os pais devem manter um diálogo com a criança. (Foto:Divulgação)

• Se a criança chegar em casa contando que negociou com o coleguinha ao invés de brigar ou xingar, os pais devem elogiar.

• A criança deve ser orientada a se afastar das más companhias.

• Os pais não devem recomendar que a criança fique em silêncio em caso de agressão, pois isto pode se transformar em um perigoso caso de bullying. Também não é aconselhado ensinar a se defender ‘na mesma moeda’, isto é, com violência física. O melhor conselho para se dar aos filhos em caso de briga é denunciar.

Top