Exageros alimentares: o que fazer

As festas de finais de semana e feriados com deliciosos banquetes, podem facilmente mudar o rumo da dieta de qualquer pessoa. O exagero alimentar…

Por Editorial MDT em 18/04/2012

As festas de finais de semana e feriados com deliciosos banquetes, podem facilmente mudar o rumo da dieta de qualquer pessoa. O exagero alimentar e alcoólico durante essas festas fazem parte dos momentos de descontração, afinal, após tanto trabalho e desgaste semanal, até certo ponto essa diversão é necessária. O problema está quando se resolve desintoxicar o organismo, depois das grandes quantidades de calorias ingeridas, o que, na maioria das vezes, ocorre de maneira inadequada.

Os deliciosos banquetes podem acabar com a dieta de qualquer pessoa

O que não fazer depois dos exageros alimentares 

  • Dietas milagrosas: As maiorias das pessoas, depois dos exageros, optam por fazer dietas milagrosas, jejuns prolongados e até mesmo utilizam laxantes, com a ideia de retirar todas as substâncias tóxicas que foram ingeridas. O correto é que, após os exageros, voltemos a ter uma alimentação balanceada;
  • Ingerir somente líquidos: Não é necessário tomar somente líquidos e deixar de lado a comida, pois tanto o jejum quanto o exagero de líquidos não são benéficos a saúde. A água é muito importante na filtração dos rins, e deve ser consumida em torno de 2 ou 3 litros por dia;
  • Jejum prolongado: Ficar por longos períodos em jejum não traz qualquer efeito de desintoxicação e ainda pode causar crises de hipoglicemia (diminuição do açúcar no sangue), tonturas e mal-estar geral; 
  • Laxantes naturais: As lavagens intestinais através do uso de laxantes não são indicadas, pois ocorre uma perda de líquidos e sais em grandes quantidades, além de tornarem o intestino preguiçoso, fazendo com que ele perca sua função normal.

É preciso ter cuidado com as dietas milagrosas

O que fazer para reverter os exageros alimentares 

  • O exagero durante as comemorações e festividades não deve ser compensado deixando-se de comer por vários dias.  O resultado pode ser ao contrário do que se deseja, caso não aguente a fome;
  • O ideal é fazer um caderno de anotações diárias de sua alimentação;
  • Devem ser anotados todas as refeições e os horários que elas acontecem. Se souber identificar os horários em que sente mais fome e os possíveis erros na dieta, fica mais fácil reeducar a alimentação;
  • Não deixe de fazer nenhuma refeição, inclusive o café da manhã.  O jejum faz com que a fome fique acumulada, podendo levar a um exagero;
  • Faça lanches entre as principais refeições. De preferência para alimentos com frutas e cereais;
  • É importante distribuir bem as refeições diárias, evitando excesso durante a noite, principalmente quando se costuma dormir logo após o jantar;
  • Substitua alimentos calóricos por outros, com menor teor de gordura, como leites desnatados, queijos brancos e iogurtes light;
  • Analise os rótulos dos produtos e certifique-se da qualidade nutricional e principalmente se vale à pena consumi-lo;
  • Dê preferência para alimentos que não são muito calóricos, como grelhados, cozidos e assados;
  • A atividade física ajuda na perda de peso. Quanto mais se movimenta, maior é o gasto calórico.

Atividade física ajuda a adotar hábitos saudáveis de vida

Dessa maneira, a dica para os exageros alimentares durante as festividades ou até mesmo no dia-a-dia, é que voltemos aos hábitos saudáveis. Assim a recuperação acontece de forma natural e sem prejudicar a saúde. Em casos de distúrbios mais graves o correto é procurar ajuda de um profissional especializado para melhores orientações.

Top