Escova Dental: Higiene Perfeita

  A escova dental é um acessório muito importante na higienização bucal. Porém, não basta higienizar a boca e deixar resíduos alimentares na escova,…

 

A escova dental é um acessório muito importante na higienização bucal.

Porém, não basta higienizar a boca e deixar resíduos alimentares na escova, ou usar a mesma escova dental meses após meses é necessário fazer uma troca frequente.

Dessa forma, é necessário que a escova de dente seja limpa, para eliminar as bactérias que causam cárie, gengivite e até gripe. A escova de dentes pode ser um meio de cultura entre germes, bactérias e fungos que pode se multiplicar rapidamente. Temos em média 900 espécies diferentes de bactérias que são capazes de sobreviver um dia inteiro em nossa escova de dente, prontinhas para entrar novamente em nossa boca na próxima escovação, inclusive microrganismos causadores de cárie, leveduras, parasitas intestinais etc.

Cuidados bem simples podem evitar tudo isso, se forem seguidos diariamente.

Antes de escovar os dentes, faça bochechos com água para retirar o excesso de resíduos de alimentos, para reduzir as chances de restos de comida permanecerem entre as cerdas provocando decomposição; Use também o fio dental; Deixe a escova secar completamente entre uma escovação e outra; Após escovar os dentes lave bem a escova com água corrente e morna e guarde-a em pé, dê batidas leves na escova (na palma da mão) para eliminar o excesso de água; Para evitar propagação de vírus o ideal é evitar o contato de uma escova com a outra, guarde as escovas em local fechado com divisórias que permitam a separação delas e as mantenham em pé para secar completamente. Borrife ou pingue gotas de antisséptico bucal nas cerdas e guarde-a com protetor também limpo. Tal procedimento diminui a quantidade de bactérias. Quando for escovar novamente, lave as cerdas em água corrente.


A higienização das escovas de dente deve ser um procedimento habitual, assim, como ninguém reutiliza o fio dental, nem coloca as mesmas roupas diariamente. O impacto desses procedimento na contribuição de manter uma saúde bucal é ainda desconhecido, porém muito eficiente.

É de estrema importância atentar-se aos cuidados com as escovas dentais das crianças, pois elas têm uma tendência a deixá-las em qualquer lugar, encostá-las em lugares não recomendados e além do mais as que estão em fase escolar podem inadvertidamente fazer troca de escovas entre os coleguinhas. Uma pesquisa recente revelou que entre 40 mães de bebês entre 1 e 3 anos apenas uma delas fazia a higienização diariamente de forma eficaz a manter uma boa saúde bucal, e ainda mais intrigante de 40 mães de crianças entre 6 e 12 anos nenhuma fazia essa higienização. E apenas quatro das participantes já havia recebido orientações a esse respeito.

Aproveite essas dicas e mantenha distante de você e de sua família todo o tipo de bactéria encontrada nas escovas de dente!


 

Leia Também:  Acupuntura efeitos e benefícios

Top