Erros mais comuns na decoração do quarto do bebê

Erros mais comuns na decoração do quarto do bebê

A chegada de um bebê muda totalmente o ritmo de vida dentro de uma casa. Por isso, é importante que os pais criem um…

Por Isabella Moretti em 03/09/2013

A chegada de um bebê muda totalmente o ritmo de vida dentro de uma casa. Por isso, é importante que os pais criem um cantinho aconchegante e confortável para o filho, no qual ele consiga atingir o desenvolvimento de cada fase.

O quarto do bebê deve ser um ambiente tranquilo, confortável e seguro. (Foto:Divulgação)

O planejamento do quarto do bebê envolve a escolha de diversos itens, como os móveis, a iluminação, as cores, os acessórios e os objetos decorativos. Além se ser bonito e confortável, o cômodo também precisa garantir a segurança do pequeno morador.

Erros ao decorar o quarto do bebê

Confira os principais erros cometidos na decoração do quarto do bebê e como evitá-los:

Excesso de cores
É importante tomar cuidado para não decorar o quarto do bebê com muitas cores, estampas ou desenhos. Se houver excesso de informações na estética, o ambiente fica com poluição visual. O ideal para os primeiros meses da criança é desfrutar de um ambiente leve e tranquilo, decorado com cores claras e suaves.

Brinquedos inapropriados
Antes de comprar brinquedos para decorar o quarto do bebê, os pais precisam estar cientes das recomendações do fabricante, sobretudo com relação à idade.  Os itens com peças grandes são menos arriscados. Os itens decorativos com partes pequenas devem ser evitados para não aumentar os riscos de acidentes.

Os móveis com pontas afiadas devem ser evitados. (Foto:Divulgação)

Móveis pontiagudos
Na hora de escolher a mobília, os pais devem evitar as peças com pontas afiadas porque eles são perigosos e comprometem a segurança da criança. A melhor escolha para o espaço são os móveis com pontas arredondadas.

Móveis grandes para quarto pequeno
Os móveis escolhidos para decorar o quarto do bebê devem ser proporcionais ao tamanho do espaço. Poltronas enormes ou cama junto com berço devem ser evitadas. A mobília precisa respeitar o espaço de circulação, principalmente quando a criança está aprendendo a engatinhar ou dar os primeiros passos.

Trocador ineficaz
O trocador deve ter o tamanho certo, ou seja, 90 cm de comprimento e 60 cm de largura. O espaço do móvel também precisa ser suficiente para colocar os itens essenciais, como fraldas, algodão, água, remédio e lencinhos umedecidos.

O trocador precisa ter tudo o que a mãe necessita para trocar o bebê. (Foto:Divulgação)

Dificuldades de limpeza
A decoração do quarto do bebê precisa oferecer facilidades na hora de limpar. Desta forma, os pais devem tomar cuidado com a escolha do revestimento, têxteis, papel de parede e brinquedos. A composição do cômodo requer itens antialérgicos e que não acumulem tanto ácaro ou pó. O uso de bichinhos de pelúcia e carpete não é recomendado.

Para tornar a limpeza do quarto do bebê mais simples, os pais podem apostar em tapetes de fibras naturais, pisos vinílicos e persianas.

Top