Ejaculação retardada: como tratar

A ejaculação retardada é uma disfunção sexual que, de acordo com os estudos, afeta apenas 5% dos homens. Entretanto, suspeita-se que o índice de…

A ejaculação retardada é uma disfunção sexual que, de acordo com os estudos, afeta apenas 5% dos homens. Entretanto, suspeita-se que o índice de portadores do problema seja muito maior, uma vez que muitos indivíduos acabam deixando de procurar ajuda por sentirem vergonha. Esse problema pode ser várias causas, o que requer um acompanhamento minucioso, com tratamento individualizado para cada caso. Fique por dentro do assunto e saiba como tratar a ejaculação retardada.

Na ejaculação retardada o homem não consegue atingir o orgasmo, mesmo mantendo a ereção. (Foto: divulgação)

O que é ejaculação retardada

Ao contrário de quem sofre com ejaculação precoce, a ejaculação retardada acontece quando o homem leva muito tempo para ejacular durante a relação sexual, apesar de não haver nenhum problema quanto à persistência da ereção do pênis ou do desejo sexual. Muitas vezes esses indivíduos acabam nem ejaculando, um problema que é chamado de anejaculação.

O tempo médio para que aconteça a ejaculação, durante o sexo, é de aproximadamente 5 minutos, mas esse período pode ser prolongado conscientemente. Na ejaculação retardada o problema é que o atraso não é consciente. Na verdade, o homem quer ter o orgasmo, mas não consegue.

Esse tipo de problema não costuma trazer nenhum malefício direto à saúde, mas é capaz de prejudicar de forma muito importante a qualidade de vida masculina, uma vez que a autoestima e autoconfiança são afetadas. O resultado, muitas vezes, são dificuldades de relacionamentos amorosos e muito constrangimento, capaz de piorar ainda mais a situação.

A vergonha e o constrangimento muitas vezes perpetuam o problema. (Foto: divulgação)

Causas de ejaculação retardada

Na maioria dos casos essa disfunção sexual é temporária, uma vez que resulta de fatores psicológicos, como tensão, estresse, medo e até mesmo ansiedade em alcançar o orgasmo. Problemas orgânicos também podem levar ao quadro de ejaculação retardada, dentre os quais o fator mais comum é o uso de medicamentos antidepressivos. Confira as principais causas de ejaculação retardada:

  • Ansiedade e estresse;
  • Culpa ou nervosismo por motivos religiosos;
  • Traumas na infância ou na fase adulta;
  • Tensão durante o ato sexual;
  • Preferência da masturbação à relação sexual;
  • Uso de álcool ou drogas;
  • Diabetes;
  • Uso de medicação antidepressiva;
  • Esclerose múltipla;
  • Distúrbios hormonais;
  • Lesões neurológicas;
  • Problemas secundários ao envelhecimento.
Continuar Lendo  Principais complicações da bulimia

Como tratar o problema

Para tratar a ejaculação retardada é necessário que o médico faça um levantamento das possíveis causas do problema para o paciente, e assim institua um tratamento individualizado, que pode envolver o uso de medicamentos ou não, dependendo dos motivos relacionados à disfunção sexual. Na maioria dos casos o acompanhamento deve ser multiprofissional, envolvendo o médico, terapeuta sexual, psicólogo ou até endocrinologista.

A ejaculação retardada geralmente está ligada a fatores emocionais. (Foto: divulgação)

A ejaculação retardada é um problema de baixa prevalência entre os homens, que afeta principalmente jovens e na maioria dos casos está envolvido com fatores psicológicos. Vale a pena conhecer mais a respeito do assunto e não ter medo de procurar auxílio médico.

Top