Dicas para evitar o efeito sanfona

As dicas para evitar o efeito sanfona prometem ser de grande ajuda para quem costuma emagrecer e engordar com frequência. As orientações envolvem mudanças…

Por Isabella Moretti em 02/10/2014

As dicas para evitar o efeito sanfona prometem ser de grande ajuda para quem costuma emagrecer e engordar com frequência. As orientações envolvem mudanças de hábitos no dia-a-dia para conseguir manter o peso ideal.

Dicas para evitar o efeito sanfona. (Foto: Divulgação)

O efeito sanfona é um fenômeno no qual a pessoa consegue emagrecer com uma dieta, mas acaba recuperando o peso perdido pouco tempo depois de fazer tantas restrições alimentares. As consequências desse processo comprometem a aparência, ou seja, podem resultar em pele flácida, estrias e celulites.

Os riscos do efeito sanfona não são apenas estéticos. Os jejuns prolongados e pouca variedade nutricional, que estão atrelados ao emagrecimento rápido, são fatores que comprometem a saúde.

Leia mais: Mitos e verdades sobre o efeito sanfona

Dicas para evitar o efeito sanfona

Os nutricionistas consideram o efeito sanfona como o resultado de uma dieta extremamente restritiva e má planejada. Para evitar o velho ‘emagrece-engorda’, a pessoa precisa passar por uma reeducação alimentar prolongada, isto é, tempo suficiente para que o corpo esqueça os padrões antigos.

Confira a seguir algumas dicas para evitar o efeito sanfona:

1. Fuja das dietas milagrosas

As dietas milagrosas, como aquelas baseadas apenas no consumo de alimentos líquidos, ajudam a emagrecer em pouco tempo, mas não garantem resultados efetivos. Por isso, é recomendado evitar este tipo de esquema dietético rigoroso.

2. Respeite os horários das refeições

Se você busca formas de prevenir o efeito sanfona, então comece respeitando os horários das refeições. O ideal é fracionar as porções alimentares, ou seja, comer seis vezes ao dia (café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia).

Pense em um programa de emagrecimento a longo prazo. (Foto: Divulgação)

3. Pense no emagrecimento a longo prazo

Um meio de prevenção do efeito sanfona é pensar no emagrecimento como um projeto a longo prazo. Lembre-se: o desafio não consiste em perder peso, mas sim em manter o peso ideal.

4. Consuma verduras, legumes e frutas

O cardápio da dieta contra o efeito sanfona deve ser formado por alimentos nutritivos e de baixo valor calórico, como é o caso das verduras, frutas e legumes. As saladas cruas, por exemplo, são ótimas para saciedade.

Mantenha uma alimentação balanceada. (Foto: Divulgação)

5. Abandone os maus hábitos alimentares

Os alimentos altamente calóricos, como é o caso das frituras e doces, não podem tomar conta do cardápio. Eles podem até ser consumidos eventualmente, só que em porções pequenas.

6. Beba bastante água

O ideal é consumir dois litros de água por dia para garantir o bom funcionamento do organismo e a hidratação do corpo. Prefira água ao invés de bebidas industrializadas.

7. Pratique uma atividade física

O exercício físico deve fazer parte da rotina de quem deseja fugir do efeito sanfona. É exercitando o corpo que o metabolismo se mantém ativo e queima gorduras. Por isso, faça pelo menos uma caminhada de 40 minutos por dia.

Coloque em prática as dicas para evitar o efeito sanfona e emagreça de forma saudável.

Top