Dicas para ensinar a criança a gostar da escola

Os pais não devem cobrar um bom desempenho escolar se a criança não recebe nenhum tipo de estímulo para descobrir coisas novas e aprender.…

Por Editorial MDT em 19/02/2013

Os pais não devem cobrar um bom desempenho escolar se a criança não recebe nenhum tipo de estímulo para descobrir coisas novas e aprender. Infelizmente esse descuido com a vida do filho é capaz de comprometer seu futuro, que com os devidos cuidados poderia ser brilhante. É de extrema importância valorizar o conhecimento, muito mais do que simplesmente tentar incentivar a leitura e falar sobre a importância de estudar. Confira algumas dicas para ensinar a criança a gostar da escola.

Leia também: Saiba o que fazer quando a criança não quer ir à escola.

Ir à escola deve ser uma atividade prazerosa e interessante para a criança. (Foto: divulgação)

A importância do desejo pelo saber

A disposição para estudar está intimamente ligada com a forma com que os pais apresentam o mundo para os pequeninos. Infelizmente a maioria só acaba se dando conta da importância do desejo de aprender e busca pelo saber quando os filhos acabam indo mal na escola.

A criança não desenvolve seu potencial se não é estimulada e permitida a vivenciar experiências que lhe proporcionem a vontade conhecer mais, desde pequenos. Caso os devidos cuidados sejam tomados, os pequeninos sentirão prazer em ir à escola, mesmo que o início da vida escolar seja estressante, pelo sofrimento da separação dos pais.

A busca pelo conhecimento deve ser algo estimulado pelos pais. (Foto: divulgação)

Dicas para fazer a criança gostar da escola

Seguindo algumas dicas é possível tonar o ambiente escolar menos estressante e muito mais interessante, fazendo com que a criança goste de ir à escola e aproveite melhor todo o conhecimento que lhe é apresentado. Saiba como fazer a criança gostar de ir à escola:

  • Os pais devem ficar atentos a alguns sinais que podem indicar complicações importantes. Criança que costuma passar mal momentos antes de ir para a escola, que se mostram entristecidas e retraídas e não possuem muitos amigos podem estar sendo vítimas de problemas como o bullying. Os pais devem ficar antenados para detectar esse tipo de transtorno o mais cedo possível;
  • Algumas crianças são muito cheias de energia e podem se sentir entediadas na sala de aula. Vale a pena conversar com os professores e ver se o pequeno necessita de alguma atividade extraclasse, para extravasar toda energia;
  • Em casa, sugira alternativas divertidas para a realização das tarefas, passando alguns momentos com o filho e esclarecendo possíveis dúvidas sobre o assunto;
  • Converse com o pequeno e certifique-se de que ele não está tendo nenhuma dificuldade em aprender. Os pais não devem ser negativos em nenhum momento, buscando encorajar e estimular a criança, sem pressioná-la demais. Colar cartazes no quarto ajuda na memorização de conteúdo e, em alguns casos, a ajuda de um professor particular é bem-vinda;
  • A fim de ajudar no entrosamento com a turma, convide os coleguinhas de sala para irem à sua casa;
  • Às vezes a criança simplesmente não se adapta ao ambiente escolar e aos professores, e isso pode significar a necessidade de mudar de escola, buscando mais prazer em estudar e aprender.

Leia também: Os principais sintomas de bullying.

Chamar amiguinhos de classe para brincar em casa facilita o entrosamento. (Foto: divulgação)

Os pais devem entender que a maior parte dos medos e anseios infantis é reflexo de suas próprias atitudes. A criança deve ser estimulada desde cedo a buscar o conhecimento, mas nos casos de pequenos que não gostam de ir à escola, é possível seguir algumas dicas super simples para tentar reverter a situação.

Top