Descubra quais cuidados são necessários para animais de estimação exóticos

Nada de cachorrinho, gatinho ou passarinho, muitas pessoas gostam mesmo é de criar animais exóticos como furões, coelhos cobras, tarântulas ou lagartos, que são…

Nada de cachorrinho, gatinho ou passarinho, muitas pessoas gostam mesmo é de criar animais exóticos como furões, coelhos cobras, tarântulas ou lagartos, que são criados como animais domésticos, porém são muito diferentes deles e portanto, precisam de cuidados especiais, veterinário especializado e tratamento adequado.

Cuidando de coelhinhos

Que a criançada ama coelhinhos, disso ninguém tem dúvida, mas é preciso ter cuidados na alimentação quando o bicho de estimação é um coelho, porquinhos-da-índia ou chinchilas. Esses animais precisam comer alimentos de consistência dura diariamente e que possam ser roídos, isso ajuda no seu desenvolvimento, já que os dentes nunca deixam de crescer, ofereça alimentos como alfafa prensada ou casca de coco.

Lagartos para quem tem alergia

Se o filho é louco por bichinhos de estimação, mas o médico proibiu por causa da alergia aos pelos de gatos ou cachorros, a iguana pode ser a companhia perfeita! O bichinho deve ficar em um local fechado, sempre muito limpo, com água trocada diariamente e temperatura agradável. É bem fácil criar esse tipo de bicho, mas o lagarto não é um bichinho que gosta de muita interação, nada de alisar ou ficar brincando com a mão, corre-se o risco de ganhar uma bela mordida do bichano.

Criando cobras

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, as cobras são fáceis de criar em casa, elas são resistentes e não precisam de muito carinho. As cobras são muito limpas, comem só uma vez por semana e por isso não fazem tanta sujeira, além disso, as cobras devem ficar em seus terrários e não passeando pela casa, mantenha o lugar com espaço de sobra para elas viverem e sempre fechado.

Leia Também:  Chuva provoca deslizamentos no Centro Histórico da capital baiana

Escovar os dentes dos furões

Quem escolheu ter um ferret, o famoso furão, como animal de estimação, precisa se preocupar com a saúde bucal do bichinho, isso porque o dente dele é bastante fino e por isso é mais fácil de quebrar e criar uma inflamação que vai doer bastante, fazendo o furão até não querer mais comer. Em relação à saúde bucal dos furões, é bom ficar sempre atento ao mau hálito e aparecimento de manchas de sangue na boca, nesses casos, deve-se procurar um especialista.

Dica: antes de comprar um animal exótico verifique se na nota fiscal há o Cadastro Técnico Federal (CTF) da loja junto ao Ibama, isso vai deixar você tranquilo em relação a procedência do animal e legalidade da venda dele.

Top