Curiosidades sobre Mandela

No último dia 5 de dezembro, Nelson Mandela, um ícone contra o racismo, faleceu aos 95 anos de idade. O ex-presidente da África do Sul passou 27 anos preso, mas jamais deixou de lutar pelos seus ideais. Como forma de homenagem, vamos listar s principais curiosidades sobre Nelson Mandela.

Mandela sempre lutou por seus ideias (Foto: Divulgação)

Nelson Mandela veio de uma tribo chamada Tembus

O pai de Nelson Mandela, Henry Mandela, era o chefe da tribo dos tembus. A mãe dele chamava-se Nosekeni Fanny, que era a terceira das quatro esposas de Henry. Mandela na verdade chama-se Rolihlahla, que, no idioma da tribo dos tembus, significa “encrenqueiro”. Uma professora escolheu o nome Nelson, quando ele frequentava uma escola metodista.

Luta contra o Apartheid começou aos 29 anos

Nelson Mandela era ainda um estudante de Direito quando se envolveu na luta contra o Apartheid. Aos 29 anos, acabou se unindo ao Congresso Nacional Africano (CNA) e, um ano mais tarde, com a vitória eleitoral dos apoiadores da política de segregação racial, em 1948, Mandela passou a ser um membro ativo no Congresso. Um ano depois ele fundou a organização Liga Jovem do CNA, junto com personalidades como Walter Sisulu e Oliver Tambo.

Mandela morres aos 95 anos (Foto: Divulgação)

Rejeição a atos violentos

Mandela sempre rejeitou atos violentos para lutar contra racismo. Mas em 1960, após o massacre de Sharpeville no dia 21 de março, quando a polícia sul-africana atirou em manifestantes negros desarmados, deixando 180 feridos e 69 mortos, Mandela passou a apoiar grupos armados.

27 anos na cadeia e um Nobel da Paz

Em 1962, Nelson Mandela foi preso sob a acusação de viagens ilegal e incentivo as greves. Depois de cinco anos preso foi condenado a prisão perpétua. Ainda preso, em 1989, Mandela recebeu o Prêmio Internacional Al-Gaddafi de Direitos Humanos. Em 1993, Mandela e Klerk receberam o Prêmio Nobel da Paz pelos esforços para acabar com a segregação racial em seu país.

Frederik Willem de Klerk, o último presidente do Apartheid,  sob pressão de órgãos internacionais decidiu pela liberdade do ativista. Ele foi solto no dia 11 de fevereiro. A sua esposa atrasou no cabeleireiro no dia da soltura de Mandela, o que gerou rumores de que ele não poderia ser solto. A população quebrou tudo o que viu pela frente, mas duas horas depois do horário marcado Mandela foi solto.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

One Response - Add Comment

Reply