Cuidados para uma gravidez tardia sem riscos

A gestação é uma fase de alterações no corpo da mulher. Durante essa etapa, é preciso que existam cuidados especiais, necessitando sempre de um…

A gravidez acima dos 35 anos deve ter uma atenção redobrada.

A gestação é uma fase de alterações no corpo da mulher. Durante essa etapa, é preciso que existam cuidados especiais, necessitando sempre de um acompanhamento médico adequado. Para as gestantes com mais de 35 anos, a atenção deve ser redobrada. Conheça algumas informações sobre os cuidados que uma gestante com mais de 35 anos deve ter, para que sua gravidez seja tranquila e sem complicações.

Vantagens e desvantagens da gravidez tardia

Especialistas afirmam que, em termos fisiológicos, a idade ideal para conceder uma criança é em torno dos 20 aos 24 anos. Porém, atualmente, poucas mulheres que compreendem essa faixa etária, estão preparadas para serem mães. Segundo dados, o até então ideal de “casar cedo e ficar grávida em seguida”, está mudando. Hoje em dia, o número de mulheres que tem o primeiro filho acima dos 35 anos duplicou, quando comparado à década passada.  Além disso, ser mãe durante uma fase mais madura em âmbito psicológico, associado a uma estabilidade financeira, colabora na diminuição de conflitos com si própria e com o parceiro. Dessa forma, resulta em uma gravidez mais tranquila e saudável.

Compreenda os riscos de uma gravidez tardia

Há um consenso sobre a existência de maior risco entre as gestantes acima dos 35 anos. Isso se deve a:

  • Amadurecimento ovariano;
  • Maior risco de diabetes gestacional;
  • Maior risco de hipertensão arterial na gravidez.

Em conjunto, todas essas possíveis alterações, podem resultar em:

  • Malformações neonatais;
  • Prematuridade;
  • Baixo peso;
  • Complicações no trabalho de parto;
  • Complicações no pós-parto.

A prática de atividade física é essencial para uma gravidez tardia sem riscos.

A evolução da medicina colaborou com a diminuição dos riscos

Antigamente, ficar grávida após os 35 anos era sinônimo de complicação. Felizmente, a evolução da medicina permitiu que ocorresse uma diminuição considerável dos riscos para uma gravidez tardia. Além disso, esses avanços reduziram o risco de malformações, assim como outras complicações. Esses dados são muito importantes para as mulheres que desejam engravidar, mas que compõem uma faixa etária acima da idade ideal.

Cuidados especiais para uma gestante tardia

De maneira geral, os cuidados diante de uma gestação acima dos 35 anos devem ser os mesmos de uma gestação na idade ideal. Dessa forma, a gestante precisa se preocupar com:

  • Realizar um pré-natal de qualidade, de modo a minimizar os possíveis riscos;
  • Ter um controle clínico e medicamentoso de doenças preexistentes tanto antes, quanto depois da gestação;
  • Iniciar a ingestão de ácido fólico o quanto antes, permanecendo até o terceiro mês de gravidez;
  • Manter uma alimentação equilibrada e saudável;
  • Praticar atividade física, sempre com orientação;
  • Evitar o consumo alcoólico;
  • Parar de fumar.

Vale ressaltar que em casos específicos o médico responsável pela realização do pré-natal pode solicitar a realização de um aconselhamento genético, assim como de exames fetais complementares. Eles servem para avaliar se existe ou não presença de malformações fetais, para depois serem tomadas as devidas condutas.

A realização de um pré-natal é essencial para ma gestação saudável.

A gestação acima dos 35 anos necessita de atenção especial principalmente pelos riscos anteriormente mencionados. O primordial para que ocorra uma gestação saudável e livre de complicações é a realização de um pré-natal adequado. A partir dele, o médico pode avaliar e controlar as possíveis consequências, além de diminuir a ansiedade e sanar as dúvidas que surgem durante essa fase de grandes mudanças.

Top