Corrimento escuro: o que é

O corrimento vaginal é uma queixa bastante comum nos ambulatórios de ginecologia e tira o sossego de muita gente. Esse problema é causado por diversos…

O corrimento vaginal é uma queixa bastante comum nos ambulatórios de ginecologia e tira o sossego de muita gente. Esse problema é causado por diversos motivos e pode possuir características bem diferentes, como variação da viscosidade, sintomas associados como coceira e dor durante as relações sexuais entre outros.

As secreções vaginais são queixas muito comuns nos ambulatórios de ginecologia. (Foto: divulgação)

É fundamental que todas as mulheres que apresentam esse problema agendem uma visita ao ginecologista, para que seja devidamente investigada a causa do corrimento. Entretanto, as características clínicas do tipo de corrimento vaginal são capazes de sugerir o diagnóstico com bastante precisão. Fique por dentro do assunto e saiba o que pode significar um corrimento escuro.

Causas de corrimento escuro

O corrimento de tonalidade escura, que varia do marrom ao acinzentado, pode surgir em algumas situações específicas. As principais causas desse tipo de secreção são:

  • Pré-menopausa

No período que antecede a menopausa ocorrem algumas mudanças no ciclo menstrual, que além de perder sua ciclicidade, também pode variar na quantidade e coloração da secreção. Essas mudanças são causadas pelos níveis hormonais diminuídos, que ressecam a mucosa aumentando a irritação da região genital.

  • Uso de produtos irritativos

O uso frequente de sabonetes íntimos, lubrificantes vaginais ou protetores diários, especialmente nas mulheres menopausadas ou na fase pré-menopausa, também são capazes de irritar a mucosa vaginal, favorecendo a inflamação local e o aparecimento de corrimento marrom escuro.

É fundamental procurar auxílio de médico especialista. (Foto: divulgação)

  • Doenças sexualmente transmissíveis

Quando o corrimento escuro, especialmente os de tonalidade acinzentada, for cheio de bolhas, com cheiro forte e acompanhado de outros sintomas como coceira local, dor e ardência ao urinar ou durante as relações sexuais, é possível que a causa seja infecciosa. Esses casos são graves e requerem acompanhamento médico imediato.

  • Corrimento marrom escuro durante a gravidez
Leia Também:  Dicas de vestido para gordinhas: tendência 2013

Mulheres grávidas, especialmente aquelas com mais de 6 semanas, podem apresentar quadro de secreção vaginal de cor marrom escura. Normalmente, a presença de corrimento em grávidas é um evento que pode ser considerado comum, desde que a secreção não apresente sintomas associados e nem cor ou odor característicos. Quando a secreção tem aspecto escurecido, é um sinal de alerta e indica a necessidade de uma visita ao ginecologista, pois pode representar algum tipo de infecção ou até mesmo perda sanguínea.

O corrimento vaginal escuro em gestantes é um sinal de alerta. (Foto: divulgação)

Uma das queixas mais comum nos consultórios de ginecologia é a secreção vaginal. Quando esse tipo de problema apresenta coloração escura pode ser o resultado de algumas patologias específicas. Vale a pena se manter atenta e procurar auxílio médico, para que seja investigada a real causa do corrimento vaginal e instituído o tratamento adequado.

Top