Contraindicações para cirurgia plástica

Com o avanço da medicina, diversas foram as técnicas cirúrgicas que surgiram para resolver problemas que vão desde casos de saúde à estética. Mas,…

Por Redacao em 20/01/2012

Com o avanço da medicina, diversas foram as técnicas cirúrgicas que surgiram para resolver problemas que vão desde casos de saúde à estética. Mas, mesmo em casos críticos diversos cuidados são tomados e nem todos estão aptos para o procedimento. Confira quais são as contraindicações que podem impedir uma cirurgia plástica.

Contraindicações para cirurgias plásticas (Foto: Divulgação)

Contraindicações

Mesmo não gostando de algo no seu corpo, simplesmente decidir fazer uma cirurgia não quer, exatamente, dizer que se pode fazê-la. Isso quer dizer que os médicos podem vetar um procedimento caso o paciente não esteja nas condições recomendadas. Veja!

Os fatores que determinam um aumento do risco e uma diminuição da possibilidade de benefícios para o paciente podem ser divididos em dois tipos.

Contraindicações absolutas: Problemas que impedem definitivamente a realização da cirurgia. Caso o procedimento seja realizado a chance de que haja piora do estado de clínico do paciente é altíssimo. É quando os riscos da cirurgia são mais altos do que os benefícios e o procedimento só pode ser realizado quando houver uma correção ou compensação completa do problema.

Contraindicações relativas: Quando há fatores que aumentam o risco de insucesso da cirurgia ou problemas a saúde do paciente decorrente do procedimento, mas é menos arriscado do que no caso das contraindicações absolutas. Neste caso há um aumento do risco que não exclui o benefício da cirurgia para o paciente.

A contraindicação é definida como sendo absoluta ou relativa levando-se também em conta o tipo de cirurgia a ser realizado.

Alguns tipos de doenças e a idade podem interferir na cirurgia (Foto: Divulgação)

Doenças sistêmicas graves ou descompensadas: doenças cardiocirculatórias, doenças pulmonares, doenças/distúrbios autoimunes, distúrbios do colágeno, são contraindicações absolutas para a realização de procedimentos em cirurgia plástica. Diabete descompensada, hipertensão arterial, obesidade, tabagismo, entre outras são contraindicações relativas.

Outros fatores podem impedir uma cirurgia como, por exemplo, a idade. Não é difícil meninos e meninas ainda adolescentes interessados em modificar algo no corpo, antes mesmo de todas as mudanças naturais pelas quais passam nessa época da vida sejam concluídas. Nesses casos, a grande maioria dos médicos escolhe por não realizar a cirurgia. Em especial, pelo excesso de expectativas falsas sobre o resultado do procedimento.

O contrário também pode acontecer, pelo avanço da idade muitas cirurgias não podem ser feitas.

Dessa forma, é preciso procurar profissionais habilitados que identifiquem fatores que podem adiar um procedimento e ajudá-lo a resolver o problema. Com orientação, na grande maioria dos casos, a situação pode mudar e a cirurgia ser realizada.

Top