Consórcio imobiliário – vantagens, entenda como funciona

Comprar um imóvel novo ou usado, fazer reformas ou construir uma casa nova pode ficar mais fácil se você optar por um consórcio. Quando…

Por Editorial MDT em 20/05/2012

Comprar um imóvel novo ou usado, fazer reformas ou construir uma casa nova pode ficar mais fácil se você optar por um consórcio. Quando se adquire uma cota de consórcio, o cliente torna-se integrante de um grupo de pessoas físicas ou jurídicas que formam uma poupança voltada para a compra através de autofinanciamento.

Sonho da casa própria mais perto (Foto: divulgação)

Os integrantes do grupo formam a poupança com o pagamento de prestações mensais sem juros, que são calculadas conforme o valor total do crédito contratado, acrescido da taxa de administração e do fundo de reserva. Mensalmente, todos concorrem em sorteios para contemplação e podem dar lances. Os clientes podem usar o FGTS para complementar a compra do imóvel ou ofertar lance.

Leia mais sobre juros: Caixa reduz juros para financiamento de imóveis

Ao ser contemplado o consorciado recebe uma carta de crédito para adquirir imóvel novo ou usado, comercial ou residencial, reformar ou construir além de poder quitar um financiamento que já possua.

Para apartamentos ou casas, o consórcio é opção melhor que financiamento (Foto: divulgação)

Ao optar pelo consórcio o cliente assina um Contrato de Adesão, em que estão registrados os dados do negócio tais como o valor do crédito, prazo, valor das prestações, reajuste, condições de contemplação, taxas, direitos e obrigações do consorciado e da administradora.

Leia mais: Financiamento de imóveis e eletrodomésticos Caixa

O consórcio é uma opção de baixo risco para quem não possui capital para dar entrada em um financiamento de imóveis. Com o consórcio, o cliente paga aos poucos as parcelas e se consegue outra fonte de renda pode dar um lance e tentar arrematar o imóvel. O setor de consórcios teve um crescimento de 20,9% em 2011 de acordo com informações da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). Nesse ano, a previsão é que a área tenha um aumento de 7 a 9% no volume de novos negócios e contratação de cotas de imóveis.

Escolher uma administradora de confiança é essencial para fechar negócio (Foto: divulgação)

Na Caixa Econômica Federal é possível fazer um consórcio imobiliário a partir de R$ 319,14 por mês. As cartas de crédito possuem valores entre R$ 30 mil e R$ 300 mil. Já o Banco do Brasil tem uma carta de crédito maior entre R$ 30 mil e R$ 700 mil. No banco privado Itaú, há grupos com prazos máximos de 200 meses. No Bradesco o plano pode ser dividido em até 144 meses. Além das instituições bancárias mais conhecidas, existem muitas administradoras de consórcios no Brasil. Apenas a Abac representa 300 companhias em todo o Brasil. Para escolher a empresa é necessário selecionar uma que tenha autorização do Banco Central, para que você possa ter tranquilidade na hora de fechar o negócio.

Top