Confira 10 dicas para se proteger da gripe

A gripe é uma infecção muito frequente que causa febre, dores no corpo, mal estar e desânimo. Ela ocorre principalmente em climas frios ou…

A gripe é uma infecção muito frequente que causa febre, dores no corpo, mal estar e desânimo. Ela ocorre principalmente em climas frios ou mudanças climáticas, pois é nesse período que os vírus conseguem se proliferar mais facilmente e, também, a mudança de clima favorece a fixação dos microrganismos no corpo humano.

Após a ocorrência da infecção, não há muito o que fazer, apenas esperar que o organismo se reestabeleça e combata, sozinho, o invasor. Porém, existem maneiras de evitar a infecção pelos vírus. Confira agora como prevenir infecções gripais.

1. Evite lugares muito fechados e cheios de gente;

2. Coma ou beba sucos de frutas ricas em vitamina C como laranja, tangerina, acerola e limão;

3. Aumente a ingestão de alimentos com vitamina A como cenoura, beterraba e tomate. Os especialistas recomendam tanto as vitaminas concentradas comercializadas em farmácias naturalistas ou tradicionais quanto às encontradas nos alimentos.

4. Evite ficar próximo de pessoas gripadas;

5. Lave sempre as mãos após andar de ônibus ou em lugares públicos;

6. Se agasalhe bem quando estiver frio. A baixa temperatura ajuda com que o vírus se instale no organismo, por isso tomar friagem ou passar frio pode levar a gripe.

7. Durma bastante durante a noite para aumentar sua imunidade, evite trocar a noite pelo dia;

8. Evite medicamentos que abaixem a imunidade;

9. Beba bastante água diariamente;

10. Tente evitar o estresse, pois ele abaixa a imunidade;

11. Mantenha as vacinas em dia, principalmente as de gripe.

Como evitar a contaminação de outras pessoas

Caso não tenha sido possível evitar a infecção, existem medidas de prevenção para não contaminar outras pessoas.

  • Fique em casa até que esteja se sentindo bem e não espirrando mais;
  • Ao espirrar ou tossir, use um lenço de papel e lave as mãos, com água e sabão, em seguida;
Leia Também:  Pacotes litoral mais barato CVC ofertas

A gripe pode ser transmitida até sete dias após o começo dos sintomas. Mas as complicações podem ocorrer mais tardiamente, por isso é importante estar sempre atento a qualquer modificação.

Complicações da gripe

A gripe é uma doença muito comum, causada por vírus. Porém, ela pode se tornar grave, caso não seja cuidada corretamente. Após a infecção gripal, pode ocorrer infecção das vias aéreas superiores por outros microrganismos como bactérias, sendo necessário o uso de antibiótico.

É importante que as pessoas não façam a automedicação, pois, se feita de maneira incorreta (como antibiótico errado ou o uso durante um tempo menor do que o recomendado) pode causar resistência do microrganismo sendo muito mais difícil combater a infecção. Por isso, é importante o acompanhamento médico quando começam ocorrer sinais e sintomas mais graves.

Pneumonia. Principalmente crianças e idosos possuem maior facilidade para contrair pneumonia após gripes. Por isso é importante ficar atento aos sinais e sintomas, uma vez que essa complicação pode levar ao óbito. Esses pacientes devem ficar longe de correntes de ar e devem estar sempre bem agasalhados. Além de evitar alimentos gelados, se hidratar bem, repousar e tomar devidamente o antibiótico receitado pelo médico.

Sinusite. Outra complicação frequente após a gripe é o desenvolvimento de um quadro de sinusite. Os sinais e sintomas são dor de cabeça, principalmente em região de face com sensação de peso nesta região, febre, secreção nasal de coloração amarelada, espirros e tosse. O tratamento é feito com antibióticos e dura em torno de duas semanas. Algumas medidas ajudam na retirada da secreção nasal, como o uso de inaladores, a administração de descongestionantes nasais e medicamentos que desobstruem os seios da face por via oral.

Leia Também:  Sandália Melissa com estampa do Angry Birds

A gripe é uma doença muito comum, mas deve ser tratada com seriedade. A qualquer sinal de complicação, procure um médico imediatamente.

Top