Como usar cores frias na decoração

As cores frias são muito exploradas na decoração, principalmente durante a estação mais quente do ano. As pessoas buscam meios de inibir o calor…

Por Isabella Moretti em 29/12/2011

Ambiente decorado com cores frias

As cores frias são muito exploradas na decoração, principalmente durante a estação mais quente do ano. As pessoas buscam meios de inibir o calor e os tons classificados como frios conseguem deixar os ambientes internos mais leves, frescos e agradáveis.

Antes de trabalhar com as cores frias no projeto, é necessário compreender o significado de cada uma delas e testar as combinações. A parceria com os tons neutros aparece como uma solução interessante para decorar a casa, principalmente porque o efeito destaca a cor fria e deixa os ambientes mais aconchegantes.

Elegantes e serenas, as cores frias prometem fazer toda a diferença no visual da casa. Dependendo das combinações, elas são capazes de influenciar no comportamento das pessoas e até mesmo servir de estímulos. Por isso a necessidade de tomar cuidado com a escolha dos móveis, acessórios e revestimento.

As principais cores frias e seus significados

Segundo revela o círculo cromático, as principais cores frias são azul, violeta e verde. Os tons se destacam pela suavidade e conseguem acalmar as pessoas. As associações com outros elementos são diversas, como é o caso da referência a água, céu e árvore. Diferente das cores quentes que energizam e dinamizam, as frias são estáticas e favorecem o descanso.

Decoração relaxante com azul e branco

– Azul: apesar de transmitir a sensação de frio, a cor pode ser descrita como terapêutica e calmante. As pessoas mentirosas e desleais não conseguem se sentir a vontade nos ambientes com a cor azul predominante, afinal, o nuance está associado e integridade, respeito e lealdade.

O resultado do azul no ambiente decorado depende muito das combinações com outras cores. Em parceria com o amarelo, ele estimula a intuição, já com o vermelho o tom consegue despertar emoções. Por todas as suas características, o azul se revela uma cor equilibrada e versátil, mas que não pode ser usada com exagero.

Quando os tons azulados prevalecem intensamente, as pessoas podem ficar com sono e retraídas. Assim, aumenta os cuidados com o uso do azul em espaços que necessitam de concentração, como o ambiente de trabalho.

Violeta e branco na decoração

– Violeta: é uma cor mística e capaz de estimular o lado artístico do indivíduo. Capaz de despertar amor e ódio, o violeta já se transformou num tom recorrente na decoração moderna. A cor pode ser considerada uma das mais poderosas do círculo cromático, já que afeta as pessoas e tem forte associação com ideais nobres, como é o caso da generosidade.

– Verde: trata-se de uma cor equilibrada e capaz de estimular sensações bem interessantes no indivíduo. Os ambientes decorados com tons esverdeados possuem o poder de reduzir o estresse e a tensão do dia-a-dia, deixando o ambiente mais aconchegante. O verde pode ser associado à liberdade e fluidez.

Aproveite as cores frias para repaginar a decoração da casa.

 

Top