Como ensinar crianças a lidar com as diferenças

A cada dia mais, estamos vivendo em um mundo onde as diferenças são evidentes. Sejam elas de âmbito religioso, político, ideológico ou até mesmo relacionadas com a orientação sexual das pessoas, ainda existem muitas polêmicas e controvérsias sobre o assunto.

Neste contexto, é muito difícil para os pais quando uma criança absorve o preconceito ensinado nas escolas e entre os amigos, o que sem dúvida causa muitos desgostos e problemas para a família. Por isso, para você que deseja ensinar as crianças a entenderem as diferenças, veja a seguir algumas formas de explica-las:

Ajude seus filhos a compreenderem as diferenças (Foto: Divulgação)

A causa do preconceito

A origem do preconceito remonta aos mais antigos períodos da história. Durante a era imperialista, para manter seu poderio, os povos europeus intitulavam-se “enviados por Deus” para suas missões de extração de matéria prima das colônias e implantação de uma nova religião. Assim, acusavam negros e índios de serem raças inferiores, para que estes se submetessem ao seu domínio, além de alegarem que a sua doutrina religiosa era a única correta.

Este tipo de pensamento foi mantido por séculos, de forma que ainda podemos notar o preconceito contra as raças em diversos países. O mesmo também ocorre com os casais gays, uma vez que em toda história do mundo existiu o homossexualismo, inclusive no poder de grandes impérios. Por isso, é muito importante a pesquisa e o discernimento, para que compreendamos a causa da não aceitação das pessoas em relação aos diversos tipos de comportamentos existentes.

Explique para o seu filho a origem e causa do preconceito com os mais diferentes tipos de pessoas (Foto: Divulgação)

Como ensinar crianças a lidar com as diferenças

A capacidade de amar consiste na aceitação de nossos semelhantes, através do respeito e do entendimento de que cada um é responsável por suas escolhas. Aceitar não significa que devemos fazer igual, mesmo porque o que pode ser uma escolha certa para uma pessoa pode não ser para outra e vice-versa.

Neste contexto, ensinar as crianças sobre as diferenças é um assunto primordial para que o pequeno cresça consciente e jamais falte com respeito a nenhum ser humano. Assim sendo, o indicado é primeiramente modificar a sua forma de pensar e ver se não está agindo de acordo com o preconceito de alguma forma, seja através de piadas, comentários, programas de televisão e outros hábitos em geral. O exemplo é sempre o primeiro passo, que vale mais do que mil palavras.

Dê o exemplo para o seu filho e incentive-o à aceitar as diferenças através de recursos lúdicos (Foto: Divulgação)

Depois, convoque o pequeno para conversas descontraídas ou até mesmo incentive-os através de filmes educativos, desenhos animados, gibis ou revistas sobre o assunto.

Um interessante vídeo que fala sobre as diferenças que está em grande destaque na web é o como as crianças reagem a assistirem um pedido de casamento gay. Confira a seguir e utilize-o como exemplo:

Reply