Como educar seus filhos sem perder a cabeça

Como o mundo está cada vez mais dinâmico graças à tecnologia, aos automóveis e ao trabalho, os pais não têm muito tempo para educar…

Nada melhor que uma boa conversa para educar bem os filhos (Foto: Divulgação)

Como o mundo está cada vez mais dinâmico graças à tecnologia, aos automóveis e ao trabalho, os pais não têm muito tempo para educar os seus filhos e, quando estão com eles, geralmente acabam perdendo a cabeça por estarem nervosos por causa da sua rotina diária. No entanto, com essa atitude, as crianças se tornarão pessoas inquietas, nervosas e ansiosas. Então, aprenda como educar os seus filhos sem perder a cabeça.

A sua casa deve ter regras e elas devem ser explicitadas às crianças. Portanto, faça uma lista e, mesmo que elas ainda não saibam ler, leia-as para elas. Essa lista deve conter os horários de acordar, ir à escola, almoçar, assistir televisão, fazer a tarefa de casa, jogar vídeo game e dormir, assim como guardar os brinquedos assim que usá-los e não deixar a roupa espalhada pela casa. Você ainda pode complementá-la com outras regras que achar importante.

Por isso, as crianças têm que ter limites. Atualmente, os pais trabalham o dia inteiro e só veem os filhos à noite. Sendo assim, não têm tempo para educá-los, permitindo que eles façam o que quiserem para compensarem o tempo que estiveram afastados. Essa permissividade acaba sendo  perigosa, porque as crianças sem limites tornam-se adultos inseguros, irresponsáveis e mimados, tendo problemas na escola e no trabalho.

Se os seus filhos brigam constantemente, não grite e não bata neles. Apenas pegue-os e coloque-os de frente um para o outro. Com a voz firme, mande que peçam desculpas um para o outro e se abracem. Nesse momento, eles resistirão, mas force-os a cumprir esse ato, pois eles pensarão duas vezes antes de começarem outra briga.

Quando os seus filhos brigarem, faça-os se abraçarem para fazerem as pazes (Foto: Divulgação)

Quando as crianças fazem algo errado, é difícil segurar o nervosismo que ataca o nosso cérebro. Entretanto, tente se segurar, contando até 10. Assim que estiver mais calma, sente-se e peça para que os seus filhos fiquem à sua frente. Olhando em seus olhos, explique-lhes calmamente que o que fizeram é errado e que isso a deixou muito aborrecida. O seu tom de voz deve ser firme e autoritário, porém sereno, sem exaltações. Nesse momento, você tem que se impor, mostrando quem manda, mas sem precisar forçar através de gritos ou palmadas.

Leia Também:  Automassagem que ajuda a perder medidas

Para educar bem os seus filhos, não é preciso perder a cabeça. Para tanto, tenha paciência, calma e boa postura para que eles compreendam que há limites e que se você não permite algo não é porque não gosta deles, mas pelo contrário, que os ama de verdade, pois a melhor mãe é aquela que sabe dizer “não”.

 

 

Top