Como cuidar de cães cegos?

Infelizmente nada dura para sempre e, principalmente, a nossa saúde. Com o passar dos anos é comum que soframos problemas característicos da idade, de modo que o mesmo pode acontecer com nossos amigos animais.

Entretanto, muitas pessoas não conseguem notar quando o pet está aos poucos ficando cego, o que pode ser irreversível. Por isso, para você que deseja saber como cuidar da cegueira em cães, confira algumas informações primordiais a seguir:

Saiba mais sobre como cuidar de cães cegos (Foto: Divulgação)

Como cuidar de cegueira em cães

Os primeiros sintomas de cegueira no cachorro é sua mudança de comportamento. O pet passa então a relutar para subir ou descer escadas e mal consegue brincar na hora do lazer, o que caracteriza os sinais clássicos de um quadro deste problema, que pode ser repentino ou gradativo.

Após levar ao veterinário e diagnosticada a doença (que pode ser reversível ou não), agora vem a parte mais difícil deste procedimento: a adaptação.

A parte mais difícil ao lidar com a cegueira no pet é sem dúvida o processo de adaptação (Foto: Divulgação)

No caso de cegueira irreversível, o dono deve zelar acima de tudo pelo bem-estar do bichinho. Veterinários afirmam que é possível que o animal tenha uma vida próxima da normalidade, contanto que este seja protegido de determinados móveis perigosos da casa e tenha também lugares fixos para comer, beber e fazer as suas necessidades. Dessa forma o cão não encontra dificuldades na adaptação à cegueira.

Também é importante ressaltar a distância de piscinas, escadas e lajes, impedindo o acesso do pet a estes ambientes para que este não sofra nenhum acidente, além do acompanhamento periódico do animal a um veterinário.

Dica importante

Um sintoma existente e muito comum nos dias atuais é a cegueira súbita, que causa confusão e depressão no cachorro, uma vez que o amiguinho não consegue se adaptar a esta nova condição.

Seja qual for o tipo de cegueira em cão acometida, é importante ressaltar que o suporte extra de carinho e paciência devem ser redobrados, para que seja possível uma adaptação sucessiva e eficiente. Uma dica interessante é adquirir uma companhia, a fim de que seu pet possa brincar e sentir-se amparado a todo instante.

Se possível, adquira uma companhia para o seu cãozinho cego (Foto: Divulgação)

Para este e todos os casos, lembre-se também de levar o pet com frequência a um veterinário para que sugestões valiosas estejam sempre ao seu alcance, a fim de zelar pelo bem-estar de seu melhor amiguinho.

Reply