Como conviver com o enteado

Após anos de procura, você finalmente encontra a pessoa certa para você. Entretanto, como ninguém é perfeito, ela vem com um pacote completo: filho…

Conquiste o seu enteado aos poucos, estando presente quando ele precisar. (Foto: Divulgação)

Após anos de procura, você finalmente encontra a pessoa certa para você. Entretanto, como ninguém é perfeito, ela vem com um pacote completo: filho e ex. Muitas crianças ou adolescentes não gostam de ver o seu pai com outro par e, portanto, fazem da madrasta uma verdadeira bruxa. Portanto, saiba como conviver com o enteado a fim de manter uma família consideravelmente feliz.

Por mais tempo que você passe com o seu enteado, nunca se coloque no lugar da mãe. Sendo assim, não dê palpites na criação, pois você poderá comprar uma briga feia com a mãe da criança. Se achar que há algo errado, fale com o seu parceiro e ele poderá passar o recado à mãe dela.

A aproximação da madrasta com o enteado deve ser feita devagar e com paciência, porque no início, ele será relutante a respeito da sua presença. Então, comece perguntando-lhe sobre o seu dia na escola, por exemplo. Depois, pergunte sobre as suas namoradas e assim por diante, até conseguir formam um laço de amizade com ele. Há madrastas que se dão até melhor que mães com os seus enteados.

Entretanto, se ele ainda continuar relutante em te aceitar, não revide a provocações quando ele disser que a comida da mãe dele é mais gostosa ou que ela é mais bonita que você. Compreenda que ele está passando por uma situação difícil, principalmente se for um adolescente.

Enteados adolescentes são mais desconfiados e difíceis. (Foto: Divulgação)

Por isso, nunca fale mal da mãe dele em sua presença. Por mais que ela não ligue ou  seja totalmente desleixada a respeito da educação dele, ela será para sempre a mãe. Portanto, tente elogiá-la de vez em quando, mesmo que seja mentira. Quando ele perceber que você a respeita, ficará mais seguro.

Leia Também:  Terno de formatura: modelos, como escolher

Entretanto, se todas essas dicas falharem, não tente ser amiga dele. Somente tente viver em um ambiente cordial e respeitoso dentro de casa, afinal, você também não é obrigada a gostar dele. Para tanto, seja sempre educada e gentil, mas se esse comportamento não for recíproco, converse com o seu companheiro, pois é ele quem deve conversar seriamente com o filho dele.

Com esforço e paciência, vocês poderão se tornar uma família feliz. (Foto: Divulgação)

Conviver com o enteado é muito complicado, pois nem todos os filhos aceitam dividir o seu pai com uma estranha. No entanto, se você realmente ama o seu parceiro, seja muito paciente, cordial e gentil com o seu enteado. Assim, vocês poderão formar uma família estável.

Top