Editorial MDT 07/06/2013 Bem Estar

Com o acúmulo das atividades diárias, incluindo as horas trabalhadas e as de lazer, chega uma hora que o corpo começa a dar sinais de esgotamento e precisa de descanso. Da mesma maneira, o cérebro também precisa de um momento pra relaxar. Apesar disso, são poucas as pessoas que levam em consideração esse fato, continuando com o trabalho intelectual. Conheça algumas formas de como combater o esgotamento mental.

As atividades diárias podem levar ao esgotamento mental. (Foto: divulgação)

O uso constante do cérebro

Com a modernidade atual, uma grande parte da população trabalha em frente ao computador, o que exige pensamento rápido, criatividade e empreendedorismo. Como resultado, o cérebro do indivíduo passa a se esgotar de forma mais rápida, quando comparado aos tempos primórdios. Além disso, em muitos empregos, é exigido que o indivíduo trabalhe com imensa energia e por um longo período. Esse excesso de esforço, tanto físico quanto mental, pode colaborar com o esgotamento do cérebro e quando não respeitado o tempo de descanso, pode proporcionar graves consequências à vida do indivíduo.

Os principais responsáveis pelo esgotamento

Especialistas afirmam que o desempenho do indivíduo é resultado de uma “química fisiológica”, composta por hormônios e neurotransmissores como o cortisol e a noradrenalina. Quando o indivíduo atinge o esgotamento mental, ocorre uma queda brusca dessas substâncias no organismo. Como consequência, a pessoa começa a apresentar, de forma imediata, falta de atenção, dificuldade de memória, perda de concentração, pensamento mais lento, desânimo, alterações do sono e cansaço. Em alguns casos, a fadiga é tão intensa que a pessoa pode apresentar dores no corpo, dores de cabeça e até mesmo alterações gastrointestinais, como a gastrite.

O cansaço pode ser um sinal de esgotamento mental. (Foto: divulgação)

Reconhecendo os sinais de alerta

As primeiras manifestações clínicas de esgotamento mental são mais leves e corresponde aos sinais e sintomas descritos anteriormente. Porém, muitos indivíduos acabam ignorando as queixas, ocasionando consequências mais graves. Entre os problemas que mais surgem e que merecem grande atenção são a baixa da imunidade que se manifesta como resfriados e gripes de repetição. Além disso, o indivíduo também pode desenvolver alergias, queda de cabelo, hipertensão, bronquite e alterações menstruais.

O tratamento do esgotamento mental

A melhor forma de tratar o esgotamento mental é através do acompanhamento médico. Através da avaliação do especialista, ele poderá avaliar a necessidade ou não do uso de medicamentos para combater o problema. Além disso, o indivíduo que esteja sofrendo com o esgotamento mental, deve ter uma boa noite de sono, associado a uma alimentação equilibrada.

É importante evitar o esgotamento mental (Foto: divulgação)

O esgotamento mental é um problema que vem crescendo. Isso se deve a estressante rotina que as pessoas vem enfrentando durante o dia. Essa é uma patologia grave e que necessita de acompanhamento médico adequado, visando sempre a qualidade de vida do indivíduo.

Outros artigos

Loja Crocs Online

07/02/2011

Loja Crocs Online

Os calçados Crocs ficaram famosos em todo o país. A moda pegou principalmente entre os adolescentes, os que mais se encantaram pelos modelos da marca, mas qualqu...

Carrefour Alimentos

16/11/2010

Carrefour Alimentos

Carrefour Alimentos Como é bom quando você vai fazer as compras em um local que tem tudo o que você precisa e oferece também uma infinidade de variedades para sua...

Cozinha Compacta Colormaq, Modelos Preços

22/03/2011

Cozinha Compacta Colormaq, Modelos Preços

Cozinha Compacta Colormaq, Modelos Preços Para quem esta montando sua casa e deseja na cozinha móveis da marca Colormaq, há cozinhas compactas de muitos modelos des...