Esofagite: o que é, sintomas

O esôfago é o canal por onde os alimentos passam, quando os engolimos, até que cheguem ao estômago. Este canal é revestido por músculos,…

Por Editorial MDT em 27/06/2012

O esôfago é o canal por onde os alimentos passam, quando os engolimos, até que cheguem ao estômago. Este canal é revestido por músculos, sendo a sua maior parte localizada na altura do nosso tórax. Em repouso, não sentimos nosso esôfago; no entanto, quando engolimos algum alimento, podemos percebê-lo.

Por diversas razões, algumas pessoas acabam desenvolvendo uma inflamação na mucosa que reveste esse tubo. A partir do momento em que uma inflamação passa a existir e evoluir, a pessoa afetada começa a sentir dores no peito ou dificuldade para engolir. Essa inflamação é chamada esofagite.

Refluxo: uma das causas (Foto: Divulgação)

Causas mais comuns da esofagite

A esofagite pode ser desencadeada por diversos motivos. O mais comum é o refluxo de ácido do estômago. A presença deste ácido, no estômago, é natural e auxilia na digestão dos alimentos. A pessoa que sofre de refluxo estomacal acaba por desenvolver a esofagite, pois este ácido, que deveria ficar apenas no estômago, sai dele e volta pelo esôfago, “queimando-o”. Essa agressão química pode resultar em esofagite.

Outra causa da esofagite são os distúrbios alimentares, como a bulimia. Vômitos em excesso também agridem o esôfago, pois são carregados do mesmo ácido estomacal.

O esôfago (Foto: Divulgação)

Alguns medicamentos podem causar a esofagite, como aspirinas, suplementos, remédios para osteoporose, etc. Também estão incluídos, aqui, os medicamentos utilizados em quimioterapias.

Finalmente, a esofagite também pode ser causada por infecções no esôfago, provenientes de bactérias, fungos ou vírus. Tais infecções geralmente ocorrem quando a pessoa está com baixa imunidade, no organismo.

Sintomas da esofagite

A esofagite pode ser confundida com algum problema no estômago. Os principais sintomas são:

dor no tórax ou na garganta: a pessoa com esofagite sente dores fortes do peito. Esta dor costuma ser ardente ou semelhante a uma facada. Se a causa da doença for refluxo de ácido (conforme dito acima), a dor da esofagite pode ser mais acentuada após as refeições. O reflexo desta dor pode causar a impressão de que algo esteja errado com o estômago.

Leia sobre o estômago em: Sensação de estômago pesado: o que fazer

dificuldades para deglutir (engolir) os alimentos: quando a pessoa engole, sente muita dificuldade e dores na garganta. Geralmente, o doente tem a sensação de que o alimento está enroscado no peito.

Sangue: se a esofagite estiver muito grave, pode aparecer sangue nos vômitos ou nas fezes. Esta hemorragia pode ser notada, nas fezes, pelo sangue escuro (sinal de que foi digerido).

O incômodo é muito grande (Foto: Divulgação)

O diagnóstico da esofagite pode ser feito através do exame de endoscopia. Para que o médico saiba a causa da doença, pode recolher material da mucosa, durante o exame, para futura avaliação. Assim, poderá fazer um tratamento mais eficaz, baseado no que causou o problema. Geralmente, a maioria dos casos de esofagite resulta em cura.

Fique atento(a): Medicamentos contra acidez no estômago podem provocar diarreia

Top