Como as Pimentas Podem ser Usadas na Culinária

O mundo da culinária é cheio de segredos. Os mínimos detalhes podem fazer um prato se tornar divino e saboroso. O segredo pode estar…

O mundo da culinária é cheio de segredos. Os mínimos detalhes podem fazer um prato se tornar divino e saboroso. O segredo pode estar no tempo de cozimento, ou de forno, na maneira como o prato é servido, nos temperos,  etc. No caso dos últimos, algo muito usado já há muito tempo é a pimenta. Quem não gosta daquele sabor forte e picante que muitas vezes ajudam a dar um toque diferenciado no prato?

Mas usar pimenta não é simplesmente acrescentar o ingrediente na receita e esperar que o sabor picante apareça como você quer. É preciso saber bem a quantidade que sei vai utilizar, e qual tipo de pimenta será usada, porque a lista é bastante grande, variando na intensidade de sabor e cores. Caso você não conheça muito bem a variedade existente de pimentas, confira algumas das mais famosas e usadas, que com certeza vão dar aquele toque que faltava para suas receitas ficarem ainda melhores e especialmente picantes. Confira a seguir:

Pimenta Bhut Jolokia: nada melhor do que começar pela dona do cargo de pimenta mais forte do mundo. Ela é tão poderosa que recomenda-se o manuseio com uso de luvas.

Pimenta Americana ou Doce: bem mais fraca que a anterior, pode ser até considerada meio doce. Tem um formato alongado, com uma cor verde bem viva.

Pimenta Branca: nada mais é do que a pimenta do reino madura e descascada. É usada para maioneses, peixes, molhos brancos, etc.

Pimenta Cambuci ou Chapéu de Frade: outra pimenta mais leve de sabor puxando para o doce, usada para saladas e cozidos.

Pimenta Chili:  com certeza uma das mais famosas do mundo. Original do México, tem um alto poder picante e é usada para fazer pratos da região. Também bastante utilizada na Itália.

Leia Também:  Dieta da Pimenta

Pimenta Cumari: essa é nativa brasileira. Tem um tamanho bem pequeno com um alto teor picante, ligeiramente amarga.

Pimenta Cumari do Pará: em questão de sabor e teor, é idêntica à anterior, mas seu fruto é mais redondo e amarelo na fase adulta.

Pimenta Dedo de Moça: outra bastante comum e usada no Brasil. Pode-se dizer que ela fica no meio termo, pois é mais fraca que umas e mais forte que outras. É muito usada em molhos e em uma enorme variedade de pratos.

Pimenta Habanero: cultivada há muito tempo já pelos povos Maias, com um sabor bem forte.

Pimenta Jalapeno: muita famosa no México e nos Estados Unidos, é consumida fresca, na forma de molho. Muito usada nos famosos tacos e burritos.

Pimenta Malagueta: outra bem conhecida, talvez a mais. Pode ser encontrada com pugências de nível alto e médio. Usada em conservas, condimentos e preparo de vários pratos.

Pimenta da Jamaica: pouco picante e discretamente adocicada, usada em conservas de legumes, carnes, frutos do mar, tortas, pudins, etc.

Pimenta de Bode: tanto sua pugência quanto seu aroma são bem altos. Usada tanto para condimentos quanto para conserva.

Tabasco: vinda do Chile, é uma pimenta bem saborosa e um tanto picante.

Top