Com Neymar e Hulk no ataque, Brasil faz amistoso contra o México

Mano Menezes deve promover até seis mudanças na equipe titular em relação à última partida. Atacante Hulk, do Porto, ganhou a vaga de Fred na frente

Autor do gol da vitória sobre a Costa Rica, Neymar vai se firmando como titular absoluto de Mano

Sem jogos válidos por competições oficiais para disputar neste ano, o técnico Mano Menezes aproveita os amistosos internacionais para testar jogadores na tentativa de definir sua equipe ideal para defender a Seleção Brasileira. Nesta terça, o desafio do Brasil é encarar o México, às 22h30 (horário de Brasília), no Novo Estádio Corona, na cidade de Torréon, no México.

Depois do fraco desempenho na magra vitória por 1 a 0 sobre a Costa Rica, na última sexta-feira, Mano deve utilizar o amistoso diante dos mexicanos para analisar outros atletas.

Ao todo, o treinador brasileiro deve promover seis mudanças em relação á equipe titular que enfrentou os costa-riquenhos. A principal alteração deve ser no ataque, setor em que Mano apostará suas fichas no atacante Hulk. Assim, Fred volta a figurar entre os reservas.

Prestes a realizar seu primeiro jogo como titular com a camisa da Seleção Brasileira, Hulk não esconde a ansiedade, mas mostra estar seguro para jogar. “Estou me sentindo cada vez mais à vontade no ambiente da Seleção e pronto para jogar. Se eu atuar e marcar um gol ficará marcado na minha carreira para sempre”, revelou o atacante em entrevista ao site oficial da CBF.

Além do setor ofensivo, o treinador brasileiro deve mexer em outros setores da equipe. Nas laterais, Daniel Alves e Marcelo assumem as vagas de Fábio e Adriano. No meio de campo, os volantes Lucas Leiva e Fernandinho têm a chance de atuar nos lugares de Ralf e Luiz Gustavo.

A outra alteração já confirmada é a entrada do goleiro Jefferson no lugar de Júlio César, cortado pela comissão médica da Seleção Brasileira em virtude de dores no adutor da coxa esquerda.

Dupla “inglesa é a arma do México

Para a partida frente o Brasil, o México aposta em sua dupla de ataque para superar a seleção de Mano: Giovanni dos Santos, que atua pelo Tottenham, da Inglaterra, e Chicharito, a grande promessa do futebol mexicano e que atualmente defende as cores do Manchester United, também da Inglaterra.

Brasil e México já se enfrentaram 31 vezes em toda a história. E o Brasil levou a melhor: 18 vitórias da Seleção Brasileira contra seis dos mexicanos e sete empates.

FICHA TÉCNICA

MÉXICO x BRASIL

México: Sánchez; Juárez, Rodríguez, Moreno e Salcido; Rafa Marquez, Castro, Barrera e Guardado; Giovanni dos Santos e Chicharito. Técnico: José Manuel de La Torre

Brasil: Jefferson; Daniel Alves,     e Marcelo; Lucas Leiva, Fernandinho e Lucas; Ronaldinho, Neymar e Hulk. Técnico: Mano Menezes

Árbitro: Marlon Mejía (El Salvador)

Assistentes: Daniel Williamson (Panamá) e Octavio Jara (Costa Rica).

Top