Corinthians e Vasco terão desfalques na rodada decisiva do Brasileirão

Corintianos e vascaínos não poderão contar com suas forças máximas nas partidas decisivas, que definem o título do Brasileirão, contra Palmeiras e Flamengo, respectivamente,…

Tite e Cristóvão Borges terão de recorrer ao banco de reservas no domingo

Corintianos e vascaínos não poderão contar com suas forças máximas nas partidas decisivas, que definem o título do Brasileirão, contra Palmeiras e Flamengo, respectivamente, no próximo domingo, às 17h.

Coincidentemente, os rivais na briga pelo título nacional terão desfalques no meio de campo. No Corinthians, o técnico Tite não terá à sua disposição o volante Ralf e o meia Danilo. Tudo indica que Moradei seja o escolhido para o setor de marcação e Alex assuma a vaga na armação da equipe.

O problema para Tite é que as ausências de Ralf e Danilo podem representar um prejuízo significativo para o time. O volante Ralf, por exemplo, é o segundo atleta que mais desarma na competição, com média de 21,2 roubadas de bola por partida. A eficiência do marcador neste quesito é um dos grandes trunfos para o Timão ter a defesa menos vazada da competição, tendo sofrido apenas 36 gols.

Sem Danilo, a equipe perde a experiência do meia em cadenciar e controlar o jogo. Em contrapartida, ganha a qualidade de Alex, que entrou muito bem nas últimas duas partidas do clube paulista contra Atlético Mineiro e Figueirense.

Vascão também tem problemas

Já no Vasco da Gama, as baixas do técnico Cristóvão Borges para o decisivo confronto diante do Flamengo são o volante Allan e o meia Juninho, que cumprem suspensão por terem recebido o terceiro cartão amarelo.

Sem Allan, o comandante vascaíno deve recorrer à escalação do volante Fellipe Bastos. Outra alternativa é optar por Nilton, que tem como principal característica a marcação.

Para a vaga de Juninho, uma das principais peças do Vasco, principalmente na bola parada, Cristóvão deve apostar na escalação do talismã Bernardo, autor do gol da vitória sobre o Fluminense por 2 a 1, no último domingo.

Leia Também:  Cruzeiro joga sua vida contra o rival Atlético Mineiro

 

 

Top