Cinco Sinais para fugir da dieta

Descubra quais são os 5 sinais para fugir da dieta. Você já começou um regime rigoroso? Baseado apenas em um tipo de alimento ou…

Descubra quais são os 5 sinais para fugir da dieta. Você já começou um regime rigoroso? Baseado apenas em um tipo de alimento ou grupo alimentar? Então saiba que isso pode ser o gatilho para o efeito sanfona e também coloca em risco a saúde.

Algumas dietas são prejudiciais à saúde. (Foto Ilustrativa)

Algumas dietas são prejudiciais à saúde. (Foto Ilustrativa)

Alguns sinais conseguem indicar uma dieta maluca, ou seja, que restringe demais o cardápio para promover o emagrecimento. Isso pode até ajudar a emagrecer alguns quilos, porém, não garante resultados a longo prazo.

5 Sinais para fugir da dieta

Há uma série de práticas propostas pelas dietas restritivas que prejudicam o corpo, como a restrição de carboidratos, longos períodos de jejum e a ingestão exclusiva de líquidos.

Quando uma pessoa resolve fazer uma dieta prejudicial à saúde, ela deixa de fazer as refeições corretamente e passa a ter hábitos desaprovados pelos nutricionistas. Em pouco tempo, ela pode apresentar problemas como desmaios, diabetes, depressão e desnutrição.

Veja a seguir os 5 sinais para fugir da dieta:

1 – Exclusão de grupos alimentares

Se a dieta propõe a exclusão de um determinado grupo alimentar, como é o caso dos carboidratos, ela pode não ser tão favorável para a saúde. Se algum nutriente fica em falta no organismo, o corpo pode apresentar não só problemas físicos como também mentais.

Excluir grupos alimentares emagrece, mas faz mal para o organismo. (Foto Ilustrativa)

Excluir grupos alimentares emagrece, mas faz mal para o organismo. (Foto Ilustrativa)

Uma dieta restritiva, que exclui o consumo de carboidratos, por exemplo, deixa o corpo sem uma fonte de energia. Dessa forma, a pessoa pode sentir indisposição e até mesmo alterações cognitivas, como falta de concentração, ansiedade e irritabilidade. A falta de fibras, vitaminas, minerais e proteínas também desencadeiam problemas sérios.

2 – A perda de peso acontece de forma rápida

O regime está promovendo uma perda de peso muito acelerada? Então fique em alerta. Ao reduzir o consumo de alimentos, o corpo emagrece mesmo, mas esse resultado pode vir acompanhado de complicações físicas e psicológicas. Lembre-se: a perda de peso saudável varia de 0,5 kg a 1,5 kg por semana.

3 – Não mata a fome

As dietas restritivas dificilmente provocam a sensação de saciedade. A pessoa se sente com fome quase o tempo todo, pois as porções alimentares não são suficientes para nutrir o seu organismo.

4 – Número de calorias muito limitado

Quando a restrição de calorias é grande, a perda de peso acontece como uma consequência inevitável, mas não é algo saudável. Quando a dieta chega ao fim, o indivíduo tem chances de sofrer com o efeito sanfona e engordar tudo de novo.

Uma boa dieta não limita tanto o número de calorias. (Foto Ilustrativa)

Uma boa dieta não limita tanto o número de calorias. (Foto Ilustrativa)

5 – Falta de energia e indisposição

Surgiu uma indisposição ou falta de energia para as atividades do dia-a-dia? Então avalie a sua dieta e veja se ela envolve a restrição de algum nutriente. Em geral, a falta de carboidratos na alimentação reduz a absorção de triptofano, um aminoácido precursor da serotonina. Com isso, é natural sofrer com cansaço extremo e desânimo.

Se você deseja conquistar um corpo em forma, então deve identificar os sinais para fugir da dieta o quanto antes. Depois, é preciso pensar numa forma de emagrecer saudável, através de uma boa reeducação alimentar e exercícios físicos.

 


Top