Certificado internacional de vacinação: onde tirar

Quem está planejando uma viagem para o exterior deve verificar se todas as vacinas do calendário básico brasileiro estão em dia. Caso o viajante…

Quem está planejando uma viagem para o exterior deve verificar se todas as vacinas do calendário básico brasileiro estão em dia. Caso o viajante não esteja vacinado, ele pode ser impedido de embarcar no avião rumo a outros países.

Para entrar em determinados países, algumas vacinas são obrigatórias. (Foto:Divulgação)

Para comprovar que tomou todas as vacinas do calendário básico, o viajante precisa apresentar o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP). Este documento serve para mostrar que o indivíduo está imune a uma série de doenças contagiosas, como é o caso da febre amarela.

Saiba mais: Vacinas necessárias para viajar

Vacinas exigidas por cada país

No site da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) os turistas brasileiros podem encontrar um buscador que identifica as vacinas necessárias em cada país. Desta forma, é possível manter a carteirinha de vacinação atualizada de acordo com as exigências do destino da viagem.

A página da Anvisa tem ferramentas fáceis de serem manuseadas. O viajante só precisa informar a finalidade da viagem, o país destino/origem e confirmar o roteiro. Após processar a busca, o sistema vai abrir uma janela em pop-up com as orientações de segurança para a saúde.

O turista precisa estar em dia com o calendário básico de vacinação. (Foto:Divulgação)

A principal vacina recomendada pela vigilância é contra a febre amarela. Estima-se que a imunização a esta doença é exigida em mais de 100 países. Se o destino da viagem aparece na lista de risco, o turista deve tomar a vacina pelo menos 10 dias antes de embarcar. O efeito da vacina contra febre amarela dura 10 anos e, ao final deste período, deve ser renovada.

Como tirar CIVP?

O Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia é um documento que pode ser emitido gratuitamente pelo COV (Centro de Orientação de Viajantes). Os postos públicos e privados credenciados a ANVISA também estão habilitados para Fazer o CIVP.

Leia Também:  Poupa Tempo Itaquera: Endereço, Horário de Funcionamento

Para obter o certificado que comprova as suas vacinas, o turista só precisa apresentar um documento de identificação com foto (RG ou CNH) e os seus comprovantes de vacinação. No caso de um viajante menor de idade, o documento necessário para fazer o CIVP é a certidão de nascimento.

Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP). (Foto:Divulfação)

O certificado internacional de vacinação é gerado de forma descomplicada e sem burocracia. Ao comprovar as vacinas em um posto de atendimento, o viajante consegue a sua documentação no mesmo dia.

Se por algum motivo de saúde (alergia, por exemplo) o viajante não pode tomar uma determinada vacina, ele terá que emitir um certificado de isenção. Este documento pode ser feito por um médico ou pelo COV.

Para mais informações, é necessário entrar em contato com a Anvisa pelo telefone 0800-6429782.

Veja também: Tudo sobre a vacinação contra febre amarela

Top