Câncer ocupacional poderá afetar pelo 20 mil brasileiros em 2012

Câncer ocupacional poderá afetar pelo 20 mil brasileiros em 2012

Estima-se que, a cada ano, sete milhões de pessoas morrem de câncer no mundo. Grande parte das vítimas desenvolve a doença porque sofre exposição…

Por Isabella Moretti em 23/07/2012

O câncer ocupacional é causado pelo trabalho. (Foto:Divulgação)

Estima-se que, a cada ano, sete milhões de pessoas morrem de câncer no mundo. Grande parte das vítimas desenvolve a doença porque sofre exposição contínua aos agentes cancerígenos, como é o caso dos indivíduos que desempenham determinadas ocupações profissionais.

Leia também: Tipos de câncer que mais matam no Brasil

Câncer relacionado à ocupação profissional é cada vez mais frequente

O câncer ocupacional pode ser um dos principais males do século XXI, afetando principalmente profissionais da área de beleza, mecânica e agricultura. De acordo com Instituto Nacional do Câncer (Inca), pessoas que trabalham em determinadas funções estão mais sucessíveis aos tumores malignos.

As estatísticas do Inca revelam que 20 mil brasileiros serão diagnosticados com câncer ocupacional ao longo de 2012. O relatório divulgado pelo instituto ainda lista os tipos de cânceres comuns em trabalhadores que desempenham atividades de risco.

Profissionais da área de beleza também estão arriscados a desenvolver câncer. (Foto:Divulgação)

Segundo o relatório do Inca, 10,8% dos cânceres em homens (exceto pele não melanoma) são desenvolvidos por causa do trabalho exercido. Em mulheres, esta porcentagem é de 2,2%. Para sustentar os as conclusões, a pesquisa também considerou as estimativas da Organização Internacional do Trabalho, que acredita que, até 2015, 440 mil pessoas morreram em todo o mundo por causa da exposição aos componentes tóxicos. Para a OIT, 70% destas mortes acontecerão em virtude do câncer relacionado à ocupação profissional.

O relatório do Inca considera o câncer ocupacional como um dos principais causadores de morte no mundo, levando em consideração as doenças desenvolvidas em virtude do trabalho. Dos profissionais que desempenham atividades de risco, como a exposição às substâncias perigosas, 32% deles morrem por causa de câncer, 26% chegam ao óbito devido às doenças afetam o aparelho circulatório e 17% são vítimas de acidentes fatais.

O estudo também procurou elaborar uma lista com os principais tumores malignos causados pelo trabalho. A relação destacou, consecutivamente: câncer de pele, pulmão, bexiga, hematológico, estômago e esôfago, fígado, mama e cérebro.

Como evitar câncer ocupacional?

Um check-up anual é importante para evitar câncer ocupacional. (Foto:Divulgação)

Embora algumas profissões ofereçam mais riscos, existem meios de prevenir o contato com substâncias que agridem o organismo e elevam as chances de tumores malignos. Confira:

– O trabalhador deve usar equipamentos de segurança de acordo com o seu ramo;

– Se a exposição ao sol for excessiva, é essencial passar protetor solar todos os dias;

– Também é recomendado evitar o tabagismo, pois 90% das pessoas que sofrem com câncer de pulmão são fumantes;

Saiba mais: Mais 80% dos fumantes acreditam que não sofrerão com câncer no pulmão

– Exercícios físicos diminuem as chances de o indivíduo sofrer com cânceres;

– O trabalhador deve valorizar uma alimentação saudável;

– Profissionais expostos aos riscos de câncer ocupacional precisam fazer check-up anual, ou seja, uma série de exames que permitem diagnosticar tumores malignos precocemente.

 

Top