Câncer de mama: mitos e verdades

O câncer de mama é uma das doenças que mais mata mulheres ao redor do mundo, e a principal forma de combater esse problema…

O câncer de mama é uma das doenças que mais mata mulheres ao redor do mundo, e a principal forma de combater esse problema é através da prevenção de fatores de risco. É muito importante que as mulheres fiquem atentas e busquem cada vez mais informação a respeito do assunto, pois, infelizmente, ainda existem muitas informações falsas sobre o tema. Esclareça várias dúvidas conferindo alguns mitos e verdades sobre o câncer de mama.

Confira as formas de identificar o câncer de mama.

Confira alguns mitos e verdades sobre o câncer de mama. (Foto: divulgação)

Mitos e verdades sobre o câncer de mama

Fique por dentro do assunto e desvende os principais mitos sobre o câncer de mama.

Mulheres com menos de 40 anos devem fazer exames preventivos

Verdade. Apesar de a mamografia ser indicada a partir dessa idade, é fundamental que a mulher faça consultas para exames clínicos de rotina anualmente, a fim de que o ginecologista possa avaliar a necessidade de antecipar a primeira mamografia ou a necessidade de outros exames complementares.

Entenda por que o diagnóstico de câncer de mama é mais eficaz com método mamográfico.

O autoexame das mamas é a principal forma de diagnóstico

Mito. O autoexame das mamas é muito importante, tanto para conhecer o corpo como também para perceber possíveis alterações que possam ter alguma importância, porém sua sensibilidade é dependente da habilidade do executor, além de ser incapaz de identificar neoplasias de tamanho reduzido, quando as chances de cura são maiores.

Apesar de ser importante, o autoexame não substitui a consulta médica de rotina. (Foto: divulgação)

O câncer de mama é uma doença hereditária

Verdade. O histórico familiar positivo para câncer de mama é um dos principais fatores de risco, especialmente nos casos de pessoas com parentes de primeiro grau que foram diagnosticadas antes dos 50 anos. Entretanto, por ser uma doença multifatorial, é bastante comum que pessoas sem histórico familiar venham a desenvolver a doença, por estarem expostas a outros fatores causadores do câncer.

Leia Também:  Hidratação com cenoura para os cabelos passo a passo

Conheça os risco do câncer de mama em homens.

O ultrassom das mamas substitui a mamografia

Mito. O ultrassom é um exame complementar, que não substitui a mamografia, mas que, ao serem realizados em conjunto, pode aumentar a acurácia em rastrear lesões mamárias. Ambos são bons exames de imagem, mas o ultrassom é recomendado para casos de pessoas com mamas mais densas, como mulheres jovens ou que nunca amamentaram.

Tumor e câncer são sinônimos

Mito. Na medicina o termo “tumor” é usado para se referir ao aumento de volume, que pode ocorrer em qualquer parte do corpo, decorrente de uma formação com constituição sólida. Quando esse crescimento é organizado e não invade tecidos vizinhos, é chamado de neoplasia (conhecida popularmente como “tumor benigno”), enquanto que sua forma invasiva é denominada câncer.

Câncer de mama tem cura

Verdade. Quando o diagnóstico precoce é realizado, a taxa de cura chega a até 95%. Por isso a mamografia, principal exame de rastreio dessa doença, se faz tão importante.

A mamografia é a maneira mais eficiente de fazer um diagnóstico precoce. (Foto: divulgação)

O câncer de mama é uma doença séria, responsável por um grande número de morte de mulheres ao redor do mundo. Ele pode se manifestas de diversas maneiras, mas é importante se lembrar de que a mamografia e a realização regular de exames médicos de rotina são as melhores maneiras de detectar esse problema precocemente.

Top