Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e sarampo

Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e sarampo

Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e sarampo é lançada pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de vacinar cerca de 11 milhões de…

Por Andre em 06/11/2014

Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e sarampo é lançada pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de vacinar cerca de 11 milhões de crianças em todo o país. O atendimento será realizado em mais de 100.000 postos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Arthur Chioro, Ministro da Saúde, e Jarbas Barbosa, Secretário de Vigilância em Saúde, lançam a Campanha Nacional de Vacinação (Foto: Divulgação)

A meta é manter a erradicação da poliomielite no Brasil e acabar com os casos de sarampo no país, que nos últimos dois anos, têm apresentado um crescimento, principalmente nos estados do Ceará e Pernambuco.

Essa nova Campanha Nacional de Vacinação será realizada entre os dias 8 e 28 de novembro. Neste ano, o Dia D de Mobilização Nacional acontecerá em duas etapas, sendo a primeira no dia de abertura da campanha e a segunda no dia 22 de novembro. O Ministério da Saúde quer vacinar pelo menos 95% do público-alvo.

As vacinas indicadas para cada idade

Mitos e verdades sobre a vacinação infantil

Campanha nacional de vacinação contra poliomielite e sarampo

A vacina contra poliomielite é usada, prioritariamente, em gotas (Foto: Divulgação)

A vacinação contra a poliomielite, doença que também é conhecida como paralisia infantil, será destinada às crianças com idade entre seis meses e cinco anos. Segundo o Ministério da Saúde, serão distribuídas 17,2 milhões de doses da vacina oral poliomielite (VOP), em gotas, que será utilizada prioritariamente.

Para as crianças que estiverem com o esquema vacinal atrasado, poderá ser aplicada a vacina inativada poliomielite (VIP), que é injetável. A expectativa é de vacinar 12,7 milhões de crianças, em todo o Brasil.

Mas também poderá ser encontrada em doses injetáveis (Foto: Divulgação)

Já a vacinação contra sarampo envolve a vacina tríplice viral, que combate rubéola e caxumba, além do sarampo, e será destinada às crianças com idade entre um e cinco anos. Cerca de 12,5 milhões de doses da vacina estarão disponíveis, sendo a meta vacinar ao menos 10,9 milhões de crianças.

Com relação às reações causadas pelas vacinas, o Ministério da Saúde informa que no caso da tríplice viral, dor no local da administração e febre são comuns, mas bem toleradas. Quanto às vacinas VOP e VIP, são raras as reações associadas a elas.

Caso tenha crianças nas faixas etárias citadas, não deixe de participar da vacinação contra poliomielite e sarampo.

Sobre as doenças

Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e Sarampo (Foto: Divulgação)

Doença infectocontagiosa grave, a poliomielite, erradicada do Brasil desde 1990, leva ao surgimento de sérias lesões no sistema nervoso da criança, que resultam em paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores.

O sarampo é uma doença viral aguda e altamente contagiosa, que gera sintomas como febre alta, conjuntivite, coriza, manchas avermelhadas e tosse, sendo mais grave nas crianças desnutridas e menores de um ano de idade.

Top