Cães idosos – cuidados, como lidar

Todos os idosos necessitam de cuidados especiais, sejam animais ou humanos. Os impactos da terceira idade nos pets são semelhantes aos encontrados nas pessoas,…

Por Redacao em 18/01/2012

Cães idosos precisam de cuidados especiais (Foto:Divulgação)

Todos os idosos necessitam de cuidados especiais, sejam animais ou humanos. Os impactos da terceira idade nos pets são semelhantes aos encontrados nas pessoas, por isso, é importante o dono do cachorro perceber estas mudanças, fornecendo suporte necessário para uma velhice saudável do seu bichinho de estimação.

Envelhecimento

Com a chegada da terceira idade, o organismo do animal passa por algumas transformações. Seu corpo produz menos calor e ele tem a tendência a engordar, além disso, ao passo que envelhece, o cão fica suscetível a doenças, dores e mudanças de comportamento.

Os problemas mais comuns que acometem os cachorros durante esta época da vida são a artrite, diabetes, mal de Alzheimer, doenças cardíacas, catarata, hipertensão arterial e em alguns casos, depressão.

A velhice varia de acordo com o porte do bicho de estimação, cães menores envelhecem mais tarde e vivem por mais tempo, enquanto os maiores tem uma expectativa de vida menor e começam a apresentar os sinais da elevada idade entre cinco e oito anos. Porém, com o avanço das pesquisas e os cuidados veterinários, a expectativa de vida está aumentando e eles estão vivendo por mais tempo.

O cão idoso precisa se alimentar bem e ir ao veterinário (Foto:Divulgação)

Cuidados

A principal ação, para quem tem um animal em processo de envelhecimento, é consultar o veterinário para realizar os exames de rotina e verificar quais as atitudes preventivas adequadas. Um cachorro idoso precisa de um lugar protegido do vento e aquecido para descansar. Fazer passeios também pode ajudar a diminuir a tendência a engordar.

Muitos cães possuem artrose e dores nas articulações, mas nem por isso eles devem deixar de fazer exercícios. As atividades físicas devem ser mais brandas e curtas e sempre estimulada através das brincadeiras que ele goste de praticar. No caso de problemas articulatórios, é importante colocar alguma superfície fofa na casinha do cãozinho – como colchões – para diminuir a pressão nas juntas óssea.

A alimentação também deve ser monitorada e específica. A ração ideal para cães na terceira idade é vendida no mercado com o nome de “Senior”. Elas possuem menor teor de gordura, mais fibras, menos proteínas e grãos fáceis de quebrar. A ingestão de água também deve ser observada, pois quando ela acontece em excesso e é concomitante por um aumento de urina pode ser sinal de diabetes.

Os cães precisam de carinho e dedicação para ter uma velhice saudável (Foto:Divulgação)

Para manter uma velhice saudável e prolongar o tempo de vida do cachorro é importante a dedicação do dono. O animal deve ser levado ao veterinário a cada seis meses, bem como, fazer todos os exames para detectar alguma alteração no seu organismo. Além disso, amor e carinho é essencial para que ele não se sinta abandonado e apresente sintomas de depressão, que são muito graves na terceira idade.

Top