Briga entre irmãos: como lidar

Nenhuma criança é igual a outra. Por isso, quando há mais de uma criança junto, os conflitos aparecem e, consequentemente, as brigas que, apesar…

Por Editorial MDT em 02/04/2012

A briga entre irmãos é completamente comum e é importante para o amadurecimento das crianças. (Foto: Divulgação)

Nenhuma criança é igual a outra. Por isso, quando há mais de uma criança junto, os conflitos aparecem e, consequentemente, as brigas que, apesar de serem irritantes para os pais, são importantes para o amadurecimento dessas crianças. Portanto, saiba como lidar com a briga entre irmãos.

Enquanto não há violência na briga dos seus filhos, não se intrometa, pois as crianças precisam aprender a resolver os seus conflitos sozinhas, sem a intervenção de um adulto. Assim, elas conseguirão lidar melhor com os conflitos com os colegas de escola, de trabalho e mesmo com o seu companheiro quando forem adultas. Então, quando os seus filhos estiverem brigando, deixe-os sozinhos para que possam resolver as intrigas através do jogo de cessão e concessão.

Entretanto, não é por isso que você deve se afastar completamente das crianças. Fique sempre por perto para descobrir qual é o mecanismo que elas encontram para solucionarem os seus conflitos porque às vezes, elas podem estar utilizando métodos ilícitos e até sujos. Desse modo, cabe a você intervir nessa negociação.

No entanto, na hora de intervir, tenha muito cuidado ao tomar partido de um dos seus filhos. A tendência de todo pai ou mãe é ficar do lado do filho mais novo porque ele é mais ingênuo e indefeso. Contudo, é preciso ouvir os dois lados para tomar a decisão certa e não ser injusto com os seus filhos. Porém, não se esqueça que essa intervenção só deve ser feita em último caso: quando houver violência ou quando eles não chegarem a um acordo.

Só intervenha na briga se as crianças estiverem sendo violentas. (Foto: Divulgação)

As brigas entre irmãos são muito importantes para que as crianças aprendam a se relacionar com o outro, a construir os seus limites e a serem mais solidárias. Sendo assim, se você tem apenas um filho, não deixe de convidar os amiguinhos dele para passarem alguns finais de semana na sua casa, pois isso será muito interessante para que ele aprenda essas regras essenciais de convivência.

Com as brigas, as crianças aprendem a conviver com o outro. (Foto: Divulgação)

A briga entre irmãos é completamente normal e construtiva. Portanto, quando os seus filhos estiverem discutindo, deixe-os a sós para que, juntos, encontrem a melhor maneira de resolverem o impasse. Desse modo, eles se tornarão adultos mais solidários, responsáveis e maduros.

Top