Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Saúde> Bexiga baixa entenda o problema e como prevenir

Bexiga baixa entenda o problema e como prevenir

Por Isah

A Bexiga baixa conhecida como prolapso genital é dos problemas bastante comuns em mulheres com idade acima de 40 anos que tiveram filho ou filhos. Mas o que faz a causa a bexiga baixa? Como prevenir? Esse artigo irá dar algumas dicas muito importantes, leia com atenção.

Bexiga baixa entenda o problema e como prevenir. (Foto: Divulgação)

Bexiga baixa o que é e como prevenir?

A bexiga baixa, também chamada de prolapso genital, é um problema que afeta principalmente as mulheres com mais de 40 anos e que já tiveram uma gestação.

Não é apenas a bexiga que perde a sua sustentação, mas também outros órgãos da mesma região, como útero, intestino, uretra e reto. O prolapso genital é resultado da fragilidade que constitui o assoalho pélvico.

Existem diferentes níveis de bexiga baixa, sendo que a classificação é numa escala de 1 a 4. Nos primeiros estágios, o problema pode ser diagnosticado por meio de exame ginecológico, sem mesmo a paciente apresentar sintomas característicos. Já nos dois últimos níveis, a situação é mais grave, pois os órgãos já estão totalmente fora do lugar.

Bexiga baixa entenda o problema e como prevenir
A bexiga baixa requer tratamento cirúrgico. (Foto: Divulgação)

Existem diferentes causas de bexiga baixa, mas a principal delas é a gravidez. Quando está esperando um bebê, a mulher presencia o aumento de peso da sua barriga, que pressiona toda região abdominal.

O problema se torna ainda mais grave com as gestações sucessivas. O parto vaginal, quando não tem o acompanhamento de um obstetra, também pode resultar em prolapso genital.

Outras situações são responsáveis por afetar a musculatura da pelve e causar bexiga baixa, como é o caso das alterações hormonais desencadeadas pela menopausa e de algumas doenças neurológicas, como é o caso da esclerose múltipla.

O risco dos órgãos da região pélvica se exteriorizarem ainda é maior em casos de obesidade e tosse crônica.

O problema de bexiga baixa atrapalha a vida das mulheres, pois compromete o desempenho físico, a produtividade no trabalho, o convívio social e a sexualidade. Nos casos mais graves, o tratamento é cirúrgico. A cirurgia é responsável por restaurar a anatomia, restabelecer as funções dos órgãos e aliviar os sintomas.

Sintomas de bexiga baixa

Assim que os primeiros sintomas surgirem é necessário procurar um médico. (Foto: Divulgação)

Não há muitos sintomas de bexiga baixa, mas alguns sinais podem ajudar a diagnosticar o problema. As mulheres com prolapso genital têm a sensação de que há uma bola na vagina. Elas também sofrem com prisão de ventre, incontinência urinária e dor na pelve.

Bexiga Baixa tratamentos

Para bexiga baixa ou prolapsos graves quando a mulher tem problema a melhor forma de tratar é através de uma cirurgia. Ao fazer cirurgia procedimento é realizado para restaurar anatomia e a função dos órgãos aliviando os sintomas do paciente.

Esse tratamento ele pode ser realizado tanto para restaurar a posição da vagina quando as estruturas que deslocaram quanto por procedimentos que simplesmente fecham o canal vaginal impede que o órgão sai do corpo.

Caso a pessoa não queira fazer o tratamento através da cirurgia, a alternativa é o uso de um pessário. O pessário é um tipo de anel de borracha que sustenta o útero no lugar. Essa forma é um tratamento sem necessidade de cirurgia.

Outra forma é ficar de tratamento é quando o quadro da doença está no estágio inicial. No início é possível evitar o agravamento através de exercícios conforme mencionado. Os exercícios e Ajuda a fortalecer os músculos do assoalho pélvico e mostra mulher a forma correta de contrair.

Esses exercícios podem ser com uso de técnicas biofeedback, Qual é pedido a paciente que aperte relaxa a musculatura enquanto os registros dos movimentos são visualizados no computador. Outra forma de tratar a través da eletroestimulação O que são aplicados choques na proporção Correta que estimula a contração muscular.

Bexiga baixa prevenção

Uma forma de prevenir prolapso genital é praticando exercícios perineais, principalmente se a mulher está planejando uma gravidez. Evitar os fatores de risco também é uma forma de prevenção, como é o caso do excesso de peso e da constipação. A prática de yoga ou pilates também pode ser de grande ajuda para minimizar as chances de bexiga baixa.

Procure identificar os sintomas de bexiga baixa, entenda o problema e como prevenir. Não deixe de procurar um médico para definir a melhor forma de tratamento.

Recomendado para você
Bem Estar

Unha inflamada: o que fazer, como tratar

Saúde

5 Benefícios do Caldo de Cana para a Saúde

Saúde

Câmara Hiperbarica

Bem Estar

Tratamento caseiro para gota

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *