Bebidas diet aumentam risco de depressão, diz pesquisa

Um estudo aponta que adultos que mantêm o hábito de consumir bebidas açucaradas ou diet tem um risco maior de cair em depressão. A…

Por Élida Santos em 14/08/2013

Um estudo aponta que adultos que mantêm o hábito de consumir bebidas açucaradas ou diet tem um risco maior de cair em depressão. A pesquisa comparou as pessoas que adoçam o que bebem, com as que preferem não colocar açúcar ou adoçante naquilo que ingerem. Independente de consumir bebidas com açúcar ou adoçante, o risco de depressão de ambos foi maior do que de quem prefere líquidos sem essas substâncias. Já, se levado em consideração somente quem ingeriu bebidas açucaradas ou diet, quem optou pelo segundo item se expôs mais aos riscos de depressão.

Leia mais sobre: Tratamento gratuito para depressão

Refrigerante diet pode aumentar chances de depressão (Foto: Divulgação)

Mecânica do estudo que relaciona bebidas diets com depressão

A pesquisa teve a participação de 263.925 pessoas com idades entre 50 e 71 anos. Os pesquisadores, coordenados por Honglei Chen, dos Institutos Nacionais de Saúde, dos Estados Unidos, levaram em consideração o consumo de bebidas como refrigerante, chá, suco de fruta adoçado, além do café. Esses hábitos alimentares foram observados no período de 1995 a 1996. Cerca de dez anos depois do início da pesquisa, a equipe questionou se os participantes tinham sido diagnosticados com depressão a partir do ano 2000. Um total de 11.311 diagnósticos da doença foram apontados.

Risco maior de depressão para quem bebe diets

Segundo os pesquisadores, o risco de depressão foi maior para quem consumia sucos, refrigerantes e chás diet. Os resultados serão apresentados na 65ª Reunião Anual da Academia Americana de Neurologia, programada para acontecer no dia 16 de março.

Quem bebia mais de quatro latas ou copos de refrigerante por dia teve 30% mais risco de ter depressão em relação a quem não tinha o hábito de consumir a bebida. Já aqueles que ingeriam quatro latas de suco de fruta adoçado por dia tiveram 38% mais chances de ter depressão do que os que não consumiam esse tipo de bebida.

Saiba mais sobre: Dicas para sair da depressão sem remédios

Retire do cardápio bebidas com açúcar e adoçante (Foto: Divulgação)

Café previne depressão

Ainda de acordo com o estudo, as pessoas que bebem quatro xícaras de café por dia têm 10% menos chances de ter depressão em relação a quem não consome a bebida. De acordo com Chen, minimizar a quantidade ou cortar as bebidas açucaradas ou diet do cardápio, ou substituir algumas por café sem açúcar, pode ajudar a diminuir o risco de depressão.

“Mais pesquisas são necessárias para confirmar esses resultados, e as pessoas com depressão devem continuar a tomar medicamentos prescritos por seus médicos”, disse o pesquisador.

Top