Asma e Bronquite, conheça as diferenças

Paulo Lima 09/07/2012 Notícias

Saiba quais são as diferenças entre a Asma e a Bronquite (Foto: Divulgação)

Estabelecer diferenças entre doenças diversas nem sempre é uma tarefa fácil, visto que muitas vezes os sintomas podem ser similares.

Apesar de parecidas, bem sabemos que cada patologia é distinta e demanda por tratamentos médicos diferentes. A título de exemplo temos a Asma e a Bronquite, que são problemas de saúde muito confundidos pelo público. Por esta razão é imprescindível conhecermos as diferenças entre estes dois malefícios, para que os devidos cuidados sejam tomados. Entenda mais:

 Sintomas de bronquite

A bronquite é uma inflamação nos brônquios e está geralmente associada ao uso de tabaco, envolvendo a liberação  de secreção nos pulmões. O indivíduo que sofre os sintomas geralmente possui o que os médicos caracterizam por tosse produtiva, que nada mais é do que uma produção grande de catarro na maior parte do ano.

A bronquite está geralmente associada ao uso de tabaco (Foto: Divulgação)

O quadro típico de bronquite começa a ocorrer geralmente com uma tosse seca, de modo que tende a ficar gordurosa posteriormente devido à secreção liberada. Febres, dores de cabeça, voz rouca e dores de garganta também são sintomas sentindos pelos pacientes quando são acometidos por este malefício.

Entenda mais sobre o que é a bronquite.

Nos casos crônicos a complicação respiratória é muito maior, e a má sensação só tende a agravar quando não tratada rapidamente. Portanto é imprescindível recorrer à uma assistência médica de sua confiança quando estas sensações se iniciarem.

Sintomas de asma

Já a asma é uma doença inflamatória crônica nas vias aéreas e compromete seriamente a saúde humana, podendo ocasionar até a morte. Ela está associada aos fatores genéticos, de modo que o gene deste malefício já existe dentro do organismo do indivíduo, porém pode não se manifestar nas fases iniciais de sua vida.

A asma é ocasionada por fatores genéticos (Foto: Divulgação)

Os ataques asmáticos ocorrem de maneira alternada, como se o gene se ativasse ou se desativasse em diferentes períodos da vida do paciente. Fatores como o stress, problemas emocionais e de âmbito psicológico contribuem para a propagação dos sintomas deste doença. As crises de asma típicas geram uma dificuldade para respirar e uma intensa sensação e chiado no peito durante a expiração. Nos casos crônicos torna-se necessário o uso de inaladores ou bombas especiais.

Veja como evitar as crises de asma.

Como tratar

Em todos os casos abolir o fumo, o uso de perfumes muito fortes, manter-se longe de animais com pelo e principalmente livrar-se de emoções muito fortes e desequilíbrios psicológicos, são essenciais para manter a saúde em dia. Consulte seu médico e nunca faça o uso de medicamentos por conta própria.

Outros artigos

Clinicas de Estética Rio de Janeiro

18/07/2011

Clinicas de Estética Rio de Janeiro

Para os leitores (as) os interessados em realizar alguns tratamentos estéticos, não deixem de conferir essa matéria, pois através dela você pode obter maiores in...

Melhores invenções do mundo moderno

22/10/2013

Melhores invenções do mundo moderno

Podemos dizer que as invenções mudaram não só a vida de estudiosos, mas de todo um planeta, que passou a ter novas formas de prosseguir. Tudo mudou desde que o mundo...