As profissões que mais causam depressão

Ir ao trabalho deve ser algo prazeroso e divertido, porém, é inegável que algumas profissões podem ser extremamente estressantes, por fatores como carga horária…

Ir ao trabalho deve ser algo prazeroso e divertido, porém, é inegável que algumas profissões podem ser extremamente estressantes, por fatores como carga horária extensa, colegas de trabalho com temperamento difícil e excesso de responsabilidade. O resultado se se submeter a essas rotinas de serviço pode ser problemas de saúde, dentre os quais a depressão se destaca.

As profissões estressantes podem favorecer o aparecimento de depressão. (Foto: divulgação)

A revista norte-americana Health Magazine criou uma lista, onde identificou os trabalhadores que mais estão sujeitos a quadros depressivos. Confira a lista das dez profissões que mais causam depressão.

Saiba como tratar gratuitamente a depressão.

1 – Cuidados de enfermaria particular

O índice de cuidadores particulares e outros profissionais envolvidos no trabalho de enfermaria na casa do paciente, que sofrem de depressão, chega a 11%. Esse valor é bastante próximo à prevalência da doença entre os desempregados, que atinge 13%.

Uma explicação para o fato é que, em um dia comum, esses profissionais dispensam cuidados dos mais variados tipos para pessoas que, muitas vezes, são incapazes de expressar qualquer tipo de gratidão, por causa das privações de sua enfermidade.

2 – Garçons

Trabalhar diretamente com o atendimento ao cliente pode ser muito mais estressante do que parece. 10% dos garçons entrevistados apresentaram quadro depressivo durante o último ano. A explicação é que, em algumas situações, além de ter que lidar com o salário baixo e muitas reclamações, ainda tem que aturar pessoas lhes dando ordem durante todo dia.

Garçom é uma das profissões de risco. (Foto: divulgação)

3 – Assistente social

Os assistentes sociais são profissionais que trabalham duro em busca da felicidade e segurança de outros. O problema é que não é fácil lidar com problemas como abuso infantil e colapsos familiares sem se deixar abalar.

Leia Também:  Pratos famosos em todo o mundo que tem nome de gente

4 – Profissionais da saúde

Além de ter que lidar com horários de trabalho completamente irregulares e enfrentar a pressão de lidar com vidas humanas diariamente, os médicos, enfermeiros, terapeutas e outros profissionais da saúde, podem somatizar o estresse em problemas mais graves, relacionados à depressão.

5 – Artistas e escritores

A depressão é relativamente frequente em pessoas mais criativas, especialmente em homens, e chega a atingir 7% desses profissionais. O transtorno bipolar é uma doença com incidência elevada entre os artistas e escritores e costuma ter grande contribuição para o quadro depressivo.

6 – Professores

Por serem sobrecarregados de exigências, muitas vezes obrigados a levar o trabalho pra casa, se envolverem com os problemas pessoais de seus alunos e lidar com uma situação de serviço, por vezes, extremamente estressante, os professores ocupam a sexta posição do ranking de profissões com maior risco de depressão.

Os professores estão em 6ª posição no ranking de profissões mais estressantes. (Foto: divulgação)

7 – Suporte administrativo

O dia desse profissional é totalmente imprevisível, e enquanto em um momento tudo pode estar andando bem, em outro, a alta demanda de trabalho e as ordens, recebidas por todos os lados, podem proporcionar um estado de muito estresse. Outro problema é que muitas vezes esses profissionais não recebem o merecido reconhecimento.

8 – Técnicos em manutenção

Esse tipo de trabalhador só é chamado em momentos em que tudo dá errado, o que pode gerar um enorme estresse no ambiente, dificultando as relações interpessoais e um trabalho tranquilo. Outros agravantes são os horários, que podem mudar a cada semana, a cobrança por parte do cliente e o salário, que nem sempre é o ideal.

9 – Contadores

Lidar com as responsabilidades fiscais, como gastos mensais, poupança e aposentadoria, é extremamente estressante. No caso dos contadores a situação é muito pior, pois esse profissional tem de manter em dia as responsabilidades de várias outras pessoas. Sua grande responsabilidade e o excesso de pressão em que trabalha, pode desencadear sintomas depressivos.

Leia Também:  Os países com mais bilionários

10 – Vendedores

Além de frequentemente terem de viajar e ficar longe da família e de não saberem o quanto receberão no mês seguinte, por trabalharem por comissão, muitos vendedores podem se sentir solitários, uma vez que este geralmente não é um trabalho em equipe. Em algumas situações a rivalidade pode vir à tona, aumentando as chances do aparecimento de depressão.

Confira dicas para sair da depressão sem o uso de remédios.

Os assistentes sociais lidam com problemas de todos os tipos, e isso não é fácil. (Foto: divulgação)

Nem sempre é possível trabalhar na profissão dos sonhos, mas o ideal seria que o dia de trabalho fosse o mais divertido e prazeroso possível. Para facilitar o trabalho de quem não sabe que área seguir e pretende evitar rotinas laborais estressantes, a revista Health Magazine criou uma lista com as dez profissões com maior chance de causar depressão.

Top