As piores instituições de ensino superior do Brasil

Nos últimos anos, as instituições de ensino superior do Brasil têm apresentado um índice de crescimento considerável. Entretanto, nem sempre este crescimento significa qualidade…

Nos últimos anos, as instituições de ensino superior do Brasil têm apresentado um índice de crescimento considerável. Entretanto, nem sempre este crescimento significa qualidade no ensino. Infelizmente, essa falta de eficiência tem sido frequente em muitas instituições.

Há alguns anos, as pessoas tinham uma ideia de que o ensino de qualidade só era possível nas universidades e faculdades particulares, mas, na última lista das melhores e piores instituições de ensino superior divulgada pelo MEC, as que são públicas tiveram um destaque maior que as particulares.  No entanto, isto não exclui a possibilidade de existir instituições particulares que apresentem um conceito considerável. Muitas, até se destacam entre as melhores e já são referência de ensino.

Mas, como o MEC processa os resultados de desempenho das instituições?  Através do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – ENADE, o MEC fornece seu parecer de avaliação da organização. Para isto, ele avalia as notas e desempenho dos alunos e suas respectivas instituições.

Caro leitor, na análise realizada pelo Ministério da Educação – MEC muitas instituições (inclusive as públicas) que, aparentemente, oferecem boa qualidade do ensino superior, apareceram entre as piores do país. Esse é um problema com o qual os estudantes deveriam se preocupar, uma vez que, depois de formado, no seu diploma constará o nome de uma organização cujo desempenho é reprovado pelo MEC. Isto é sério! Poderá comprometer a sua vida profissional e até mesmo prejudicá-lo na hora de ser contratado em alguma empresa.

Este mês, uma lista contendo as 100 melhores e piores instituições de ensino superior foi divulgada. Muitas surpresas apareceram na relação. As piores instituições estão localizadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, dentre outros. Abaixo segue a lista das dez primeiras:

Leia Também:  Divulgação gabarito ENEM 2012, data

– Faculdade Ruy Barbosa de Tecnologia e Processamento de Dado – BA;

– Faculdade Presbiteriana Gammon – MG;

– Faculdade de Formação de Professores de Goiana – PE;

– Centro Universitário de União da Vitória – PR;

– Instituto de Estudos Superiores da Amazônia – PA;

– Escola de Engenharia Kennedy – MG;

– Faculdade Bardal – SC;

– Faculdade de Vinhedo – SP;

– Faculdade Interamericana de Porto Velho – RO;

– Universidade Municipal de São Caetano – SP.

A partir dos dados da avaliação, o MEC retirou o reconhecimento de algumas instituições, bem como de muitas que oferecem cursos tradicionais como o de Direito, por exemplo. Salientamos que a divulgação da lista é benéfica para os estudantes que pretendem ingressar no ensino superior. Antes de escolher uma, eles têm a vantagem de verificar as que dispõem de um melhor serviço de ensino. Por outro lado, é péssimo para as instituições que acreditavam ter um bom ensino e se deparam hoje com um resultado tão negativo.

Olhando por outro ângulo, percebemos que a avaliação do MEC, de uma forma ou de outra, é uma boa oportunidade a fim de que as instituições melhorem a qualidade do ensino superior, em todo o País. Se deseja conhecer à lista das 100 melhores e 100 piores instituições de ensino superior do país, acesse o Portal do MEC no endereço www.mec.gov.br.

 

Top