As pinturas mais caras do mundo: quais são

Pintura é a técnica de aplicar pigmento líquido, na maioria dos casos tinta, em uma superfície, atribuindo a esta formas e cores, formando um…

Pintura é a técnica de aplicar pigmento líquido, na maioria dos casos tinta, em uma superfície, atribuindo a esta formas e cores, formando um sentido ou um significado que salta aos olhos e aguça o sentido da visão de maneira a fascinar quem contempla este tipo de trabalho.

Essa forma de arte fascina o público e chega a valer muito, dependendo do interessado e da qualidade da obra. Para te deixar por dentro do assunto, separamos uma lista contendo as pinturas mais caras do mundo. Vale ressaltar que os valores foram indicados por especialistas e não correspondem a um preço que pagaram pelas obras, já que elas fazem parte de acervos públicos e são patrimônios da humanidade.

Confira também: Fotos de releitura do quadro “O Grito”.

As pinturas mais caras do mundo

Os caprichos de Michelangelo fazem da Capela Sistina uma das construções mais valiosas do mundo. (Foto: Divulgação).

Capela Sistina: Em primeiro lugar, valendo o equivalente a 780 milhões de dólares, está o Teto da Capela Sistina, que é composto por um afresco de tamanho e técnica extraordinários, pintado por Michelangelo entre os anos de 1508 e 1512. A Capela Sistina, local onde acontece a eleição do Papa, é considerada um dos maiores tesouros da humanidade e impossível de ser avaliada pelo mercado devido à pintura de Michelangelo.

Monalisa: A segunda obra de arte mais cara do mundo e, possivelmente, a mais famosa, é Monalisa, de Leonardo da Vinci. Avaliada em 642 milhões de dólares, Monalisa, ou La Gioconda, teve sua pintura iniciada em 1503 e é a obra que melhor representa a técnica Sfumato de Da Vinci. A quem diga que a veneração por Monalisa não é somente de cunho artístico, já que ela está repleta de simbolismo e exerce grande fascínio em muitos. Hoje o quadro encontra-se no Museu do Louvre, em Paris.

O sorriso enigmático do quadro A Monalisa é avaliado em 642 milhões de dólares. (Foto: Divulgação).

A Última Ceia: Leonardo da Vinci mostra toda sua maestria na arte da pintura levando também o terceiro lugar no ranking das obra mais bem avaliadas do mundo. Neste caso, trata-se do quadro A Ultima Ceia, avaliado em 510 milhões de dólares.

Leia Também:  Florianópolis recebe show mais longo da turnê sul-americana de Paul McCartney

Veja algumas montagens engraçadas com o quadro Monalisa.

O afresco pintado para o Duque Lodovico representa a ultima ceia de Jesus Cristo e seus apóstolos, antes da crucificação como, descrito na Bíblia. Leonardo gastou três anos para pintar essa maravilha que deu novo sentido ao acontecimento e hoje o trabalho se encontra no convento de Santa Maria delle Grazie, em Milão.

A lista das pinturas mais caras do mundo também inclui obras de outros artistas consagrados, como Van Gogh, Monet e Rafael Sanzo. (Foto: Divulgação).

A lista não para por ai! Entre outras obras consideradas as mais cara do mundo, estão a Escola de Atenas, de Rafael Sanzo, avaliada em 480 milhões de dólares; A Liberdade guiando o Povo, de Eugene Delacroix que vale 442 milhões de dólares etc. O ranking também conta pinturas de Vermeer, Van Gogh, Rembrandt, Monet e diversos outros artistas.

Top