Orlando Silva pede demissão do Ministério do Esporte

Orlando Silva, o ministro do Esporte, irá entregar carta de demissão nesta quarta-feira (26) em encontro com a presidente Dilma Rousseff. Na manhã de…

Orlando Silva, o ministro do Esporte, irá entregar carta de demissão nesta quarta-feira (26) em encontro com a presidente Dilma Rousseff. Na manhã de hoje, o ministro participou  de uma reunião no Palácio do Planalto para tratar de sua atual situação, já que foi aberta uma investigação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para averiguar denúncias de irregularidades na pasta, que apresenta indícios de desvio de dinheiro.

Estavam presentes na reunião de hoje Gilberto Carvalho, ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Renato Rabelo, presidente do PCdoB, Osmar Júnior, líder do partido na Câmara, e Inácio Arruda, líder do partido no Senado.

O ministro é acusado de fazer parte de um esquema de desvio de dinheiro do programa Segundo Tempo, que visa incentivar a prática de esporte entre crianças e adolescentes. Apesar de Orlando Silva pedir demissão, o seu advogado havia comentado em outra ocasião que nada pode ser comprovado sobre o seu envolvimento no caso.

“Nós ficamos tranquilos ao ver que não há prova contra o ministro. É importante que a imprensa saiba que não tem nada de concreto contra Orlando Silva. O inquérito foi aberto apenas com matérias da imprensa e representações de partidos”, afirmou o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro.

As acusações vem do policial militar João Dias Ferreira, que afirmou que Orlando Silva desvia dinheiro público há oito anos.

Top