As 10 maiores redes de franquia do Brasil 2012

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) divulgou o resultado atingido pelo setor em 2011. No ano passado, as franquias cresceram 16,9%, sendo que o…

O Boticário é a maior rede de franquias do Brasil (Foto: Divulgação)

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) divulgou o resultado atingido pelo setor em 2011. No ano passado, as franquias cresceram 16,9%, sendo que o faturamento alcançado foi de R$ 88 bilhões (no caso de empresas nacionais), ou seja, 2,3% do PIB do Brasil. Com relação ao número de lojas, houve um crescimento de 7,8% (93.098). O levantamento também apontou quais são as maiores franquias brasileiras. Veja abaixo a listagem das 10 maiores do setor:

1 – O Boticário

No topo da lista está O Boticário, que teve sua primeira franquia no Brasil em 1982, cinco anos depois de sua inauguração. Além de ser a maior rede de franquias do país, a empresa é a que teve o maior faturamento em 2011. No total são 3252 unidades, ou seja, quase 120 a mais do que em 2010. Para fazer parte da rede e vender os produtos, o franqueado desembolsa a partir de 250 mil reais.

2 – Colchões Ortobom

A companhia começou as suas atividades como uma metalúrgica que produzia camas, há 40 anos. Depois de algum tempo passou a investir na fabricação de colchões, fazendo vendas casadas. Com o sucesso das vendas do item, as camas não foram mais fabricadas a partir de 1975, dando espaço somente para os colchões. Em 2011, a companhia conquistou uma colocação no ranking, tendo hoje 1747 unidades franqueadas. Uma loja da Ortobom custa a partir de 93 mil reais.

3 – Kumon

O Kumon perdeu uma colocação na listagem de maiores redes de franquias do Brasil. A empresa passou de 1599 unidades franqueadas em 2010 para 1565 em 2011. O negócio de origem japonesa, que chegou ao Brasil em 1978, tem como principio a aprendizagem de matemática, português e línguas. Para fazer parte desse rede é preciso desembolsar no mínimo 15 mil reais.

O MC Donald's permanece em 4° lugar (Foto: Divulgação)

4 – McDonald’s

Leia Também:  Creme anti-idade: dicas para usar

Muitos acharam que a companhia de fast-food McDonald’s seria a primeira no ranking em todos os quesitos. Porém, com raleção ao faturamento de 2011 a empresa conquistou o 2° lugar (perdendo um posto com relação a lista de 2010). Se o quadro for de números de franquias o McDonald’s manteve o 4° lugar. Em 2011 a empresa tinha 1261 franquias e em 2011 o aumento foi apenas de seis lanchonetes.

5 – L’Acqua di Fiori

Também do ramo dos cosméticos como a primeira colocada no levantamento, a fabricante de perfumes e artigos de beleza L’acqua di Fiori conquistou o 5° lugar com as suas 1166 franquias, mantendo o posto alcançado em 2010. A companhia, que nasceu em 1980 e começou a trabalhar com franquias três anos depois de sua inauguração, comercializa quiosques e lojas. Os investidores devem investir um valor entre R$ 45 mil e 120 mil reais para entrar no negócio como um franqueado.

6 – Wizard Idiomas

Fundada em 1987 pelo empresário campineiro Carlos Wizard Martins a companhia que hoje controla também a Microlins e a Skill possui 1.131 franquias. Para ter uma unidade da rede é necessário investir 74 mil reais. O retorno do investimento ocorre entre 18 e 36 meses, de acordo com o local escolhido.

A Cacau Show chega a vender 10 mil toneladas de chocolate no mês (Foto: Divulgação)

7 – Cacau Show

Em 2011 a Cacau Show abriu 12 novas franquias, passando de oitava para a sétima colocada do ranking. Atualmente a empresa do setor alimentício possui 1126 franqueados, chegando a comercializar 10 mil toneladas de chocolate por ano. O investimento inicial para abrir um negócio do ramo é de 135 mil reais.

8 – am/pm

A rede de lojas de conveniência dos postos Ipiranga conquistou o oitavo lugar na lista. O investimento na franquia varia de acordo com o estilo do negócio, mas vai de R$ 122,5 mil a R$ 265 mil. No total são 1118 unidades, sendo 92 a mais do que em 2010. O faturamento médio por unidade é de 80 mil reais (por mês).

Leia Também:  Câmera Digital Barata - Onde Comprar

9 – Fisk

A empresa que atua no ramo de aulas de idiomas se manteve em nono lugar com 895 franquias no Brasil. A Fisk tem planos de ampliar esse número em 2012, agregando mais 50 unidades em sua rede nacional. Para ter uma franquia vinculada a marca é preciso desembolsar no mínimo R$ 50 mil, sendo que o retorno do capital pode acontecer entre 18 e 24 meses.

10 – Hoken

O décimo ficou para a Hoken, que é uma empresa que fabrica e comercializa purificadores de água. Com sede em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, a companhia tem hoje 893 unidades, cinco a menos do que no balanço de 2010. Para se tornar um franqueado é preciso aplicar pelo menos 35 mil reais.

Top