Artistas gravam vídeo contra usina hidrelétrica na Amazônia

Diversos artistas se uniram a um movimento contra a construção de uma usina hidrelétrica no Pará. A campanha “Gota D’Água”, luta para que o…

Diversos artistas se uniram a um movimento contra a construção de uma usina hidrelétrica no Pará. A campanha “Gota D’Água”, luta para que o governo desista da construção da Usina de Belo Monte, que inundará parte da floresta amazônica, acabando com a fauna, flora e moradia de diversos índios e ribeirinhos.

O vídeo que conta com a participação de artistas como Juliana Paes, Marcos Palmeira, Elizângela, Maitê Proença, Nathalia Dill, Guilhermina Guinle, Isis Valverde, Murilo Benício, Cissa Guimarães, Ary Fontoura, Bruno Mazzeo, Sérgio Marone, entre outros, fala sobre a importância da participação da população brasileira para parar esta obra.

Segundo o manifesto, esta será a terceira maior usina hidrelétrica do mundo, mas só irá funcionar durante quatro meses do ano, já que aquela região do Pará, fica praticamente seca durante oito meses. Além de funcionar com apenas um terço de sua capacidade, a usina inundará 640 km² da floresta amazônica, além de custar R$ 30 bilhões aos cofres brasileiros.

Durante o vídeo, os artistas apelam para que os brasileiros prestem atenção ao que está ocorrendo no nosso país, além de pedir para que o governo e principalmente a presidente Dilma, reconsiderem a construção da usina. O movimento ainda defende que com toda essa verba é possível investir em outros tipos de energia, como eólica e solar, que não agridem ao meio ambiente.

A campanha ainda está recolhendo assinaturas, para que uma petição contra a construção da usina seja encaminhada para o congresso nacional. O vídeo que foi ao ar na última quarta-feira (16), já virou febre na internet e mobilizou usuários de redes sociais como Twitter e Facebook, o que já soma mais de 500 mil assinaturas a favor do movimento.

Leia Também:  Cirurgia de Adele foi bem sucedida

Top