Aplasia de medula óssea: o que é

A aplasia de medula óssea é uma doença rara e muito séria. Esse problema é capaz de causar a falência da medula, que é responsável…

A aplasia de medula óssea é uma doença rara e muito séria. Esse problema é capaz de causar a falência da medula, que é responsável pela produção de sangue. Saiba mais sobre o assunto e veja o que é aplasia de medula óssea.

A aplasia pode ser tratada com transplante de medula óssea. (Foto: divulgação)

Aplasia de medula óssea

A aplasia de medula óssea é o nome dado a incapacidade da medula em produzir quantidades normais dos elementos que formam o sangue, ou seja, hemácias, leucócitos e plaquetas. A diminuição desses elementos resulta nos sintomas clínicos relacionados.

Um estudo internacional feito com aplasia de medula óssea definiu a síndrome clínica de forma laboratorial. Os pacientes portadores dessa doença apresentam os níveis de hemoglobina menores do que 100g/dl e uma biópsia de medula óssea apresentando redução na celularidade na falta de infiltração neoplásica ou fibrose importante.

Veja também mitos e verdades sobre células tronco 

Importância da medula óssea

Os elementos formadores do sangue possuem funções muito importantes para a manutenção da saúde. As hemácias ou elementos vermelhos do sangue possuem a função de transportar o oxigênio no corpo através da hemoglobina presente dentro das mesmas. Esse oxigênio é responsável pelo funcionamento de várias células do nosso organismo.

Os leucócitos ou células brancas são responsáveis pelo controle das infecções. Quando se trata de leucócitos, são também incluídos outros como eosinófilos, basófilos, monócitos, linfócitos e outras formas menos frequentes que podem ser vistas nos hemogramas.

As plaquetas por sua vez são células pequenas derivadas da fragmentação dos chamados megacariocitos. Elas estão ligadas a coagulação do sangue. Devido a isso, quando em número alto, isso pode facilitar a formação de coágulos que podem obstruir os vasos sanguíneos ou em números baixos, podem não estancar os sangramentos.

É importante fazer um diagnóstico precoce da doença. (Foto: divulgação)

Tratamento de aplasia de medula óssea

Para alcançar o sucesso no tratamento são usados alguns medicamentos conhecidos como drogas imunossupressoas, que atuam estimulando a produção de células sanguíneas pela medula óssea. Trata-se de uma indicação medica, que na maior parte casos é indicada no início do tratamento, enquanto se dá a busca por um doado compatível.

Leia Também:  Entenda o que é AVC e seus perigos

Grande parte dos indivíduos responde bem ao tratamento imunossupressor e consegue ter uma boa qualidade de vida. Entretanto, outros não apresentam boas repostas e se tornam dependentes das transfusões.

As pessoas portadoras de aplasias graves, que possuem doador compatível na família devem iniciar o tratamento buscando a cura através do transplante alogênico de medula óssea. Já os que não possuem doadores compatíveis devem realizar o tratamento imunossupressor e aguarda para ver se existe uma boa resposta.

Seja também um doador de medula óssea. (Foto: divulgação)

Veja também doenças pulmonares tratadas com células tronco 

A aplasia de medula é um problema grave que deve ser tratada, pois pode colocar a vida da pessoa em risco.  Sendo assim, o mais indicado é consultar o médico especialista para avaliar o caso e dar início ao tratamento o mais rápido possível.

Top