Anonymous Querem Acabar com o Facebook – Saiba mais

Um vídeo postado no You Tube com o nome “Message from Anonymous: Operation Facebook, Nov 5 2011” pelo grupo de hackers Anonymous tem assustado…

Um vídeo postado no You Tube com o nome “Message from Anonymous: Operation Facebook, Nov 5 2011” pelo grupo de hackers Anonymous tem assustado os fãs do Facebook. O símbolo do grupo é exposto no vídeo com uma música apocalíptica ao fundo e uma voz em off recruta as pessoas para entrarem em guerra contra a rede social criada por Mark Zuckerberg com a seguinte frase: “Se você é um ativista hacker ou um cara que quer apenas proteger a liberdade de informação, junte-se à causa e mate o Facebook. (…) O Facebook passa informações para agências do governo e dá acesso clandestino aos dados a empresas de segurança de modo que elas possam espionar cidadãos de todo o mundo. Algumas dessas firmas, como WhiteHat e InfoSec, trabalham para governos autoritários, como os do Egito e da Síria.”

Assim, os hackers do Anonymous declararam guerra à maior rede social do mundo. Tal guerra tem até dia marcado: 5 de novembro de 2011. Para tanto, o grupo está organizando a sua rede de hackers no mundo todo para que isso aconteça. Porém, uma mensagem postada no Twitter diz que a Operação Facebook está sendo organizada por apenas alguns membros do Anonymous, sendo que nem todos os membros concordam com esse ato.

Mesmo com todos esses indícios, há pessoas como o especialista em segurança Eugene Karspersky, que pensa que tal ação não passa de um blefe, segundo um tweet postado por ele.

Como as contas dos membros do Anonymous foram excluídas no Google + por serem anônimas, especula-se que o grupo pretenda criar a sua própria rede social. Eles não divulgam as suas identidades por acreditarem que agências internacionais estejam interessadas em obter dados de pessoas através das redes sociais como o Facebook, onde são postados fotos e nomes de familiares e amigos de pessoas do mundo todo para vendê-las para grandes empresas.

Leia Também:  Valor Econômico Online

Por isso, o grupo ainda alerta no vídeo que, mesmo que as contas dos usuários sejam deletadas do Facebook, os dados pessoais deles podem ser resgatados a qualquer momento.

Os Anonymous definem-se como ciberativistas que lutam pela liberdade de informação, partilhando as mesmas ideias de Julian Assange, criador do WikiLeaks, que abria as informações secretas de governos de todo o mundo para que os cidadãos comuns tivesse acesso à elas.

Por isso, todos os inimigos declarados de Assange foram atacados por esses ciberativistas como a PayPal e a MasterCard. Essas empresas se negaram a aceitar os donativos feitos para o WikiLeaks e, em pouco tempo, foram atacadas ciberneticamente.

Além desses ataques, os Anonymous foram responsáveis pelo vazamento de informações de 77 milhões de usuários da rede de jogos e conteúdo online da Sony. Multinacionais como a Visa e a Amazon e governos totalitários como a Síria e a Líbia, também sofreram ataques dos ciberativistas.

Esses ataques mostram o poder da informática no mundo atual. Não são necessárias armas de fogo, pois tudo é organizado na mente das pessoas, virtualmente. Portanto, não se sabe de onde vêm os ataques e nem porque eles acontecem.

Agora, se os Anonymous querem acabar com o Facebook, vamos esperar até o dia 5 de novembro para nos certificarmos se esse grupo é realmente poderoso a ponto de acabar com a maior rede social do planeta.

Assista ao vídeo postado pelos Anonymous no YouTube.

Top