Alistamento Militar feminino 2015

O Alistamento Militar feminino 2015 não é obrigatório como o masculino e as mulheres podem servir temporariamente onde são escolhidas por uma seleção feita nas…

Por Redacao em 26/01/2015

Alistamento Militar feminino 2015 não é obrigatório como o masculino e as mulheres podem servir temporariamente onde são escolhidas por uma seleção feita nas Regiões Militares com um tempo já pré-determinado ou fazer carreira militar onde são aprovadas através de concurso público. A presença feminina nas Forças Armadas do Brasil cresce a cada ano. Servindo ao país, adquire-se disciplina, responsabilidade e compromisso com as atividades realizadas. A experiência como militar garante também grande valorização dentro da sociedade.

Confira: Alistamento Militar 2015 como fazer

Alistamento Militar feminino 2015 - Saiba como funciona o alistamento militar para mulheres (Foto: Divulgação)

Alistamento Militar feminino 2015 – Saiba como funciona o alistamento militar para mulheres (Foto: Divulgação)

Alistamento Militar feminino 2015

No alistamento militar feminino 2015 as mulheres podem ocupar os seguintes cargos:

Fazer parte dos Quartéis-Generais;
OMS – Organização Militar de Saúde;
Estabelecimentos de Ensino;
Órgão de assessoria do Exército;

No exército não existe diferença entre homens e mulheres, pois os cargos podem ser iguais e as regalias também.

Leia também: Alistamento militar: principais dúvidas

São diversas as opções de carreiras na área militar (Foto: Divulgação)

Na Força Aérea Brasileira, as mulheres podem participar de quase todos os concursos e desempenhar um grande número de funções, com exceção de: alistamento militar obrigatório; Curso de Formação de Taifeiros; Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR); Curso de Formação de Oficiais de Infantaria; e, no Curso de Formação de Sargentos, as áreas de Material Bélico, Guarda e Segurança e Mecânica de Aeronaves.

Para ingressar na Marinha do Brasil, é necessário participar de Processos Seletivos (PS) com as mais variadas formações: Ensino Médio, Curso Técnico em uma das áreas de interesse ou Curso Superior, relativo à profissão a que deseja concorrer. O site da Diretoria de Ensino da Marinha disponibiliza os concursos oferecidos, de acordo com a escolaridade de cada candidata.

Como ingressar no exército

Para ser militar de carreira no Exército Brasileiro, a mulher precisa ingressar, após aprovação em concurso público, em um dos seguintes estabelecimentos de ensino:

Leia mais: Escolas Militares do Brasil

São diversas as formas que as mulheres têm para entrar para a carreira militar (Foto: Divulgação)

São diversas as formas que as mulheres têm para entrar para a carreira militar (Foto: Divulgação)

  • Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx), que forma militares do Quadro Complementar de Oficiais nas especialidades: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Magistério, Informática, Economia, Psicologia, Estatística,Pedagogia, Veterinária, Enfermagem, Comunicação Social, Odontologia e Farmácia. O curso tem a duração de aproximadamente um ano, e a perspectiva na carreira é de 1º Tenente a Coronel.
  • Escola de Saúde do Exército – EsSEx, responsável pela seleção e formação de oficiais do Quadro de Médicos do Serviço de Saúde do Exército Brasileiro. A perspectiva na carreira é de 1º Tenente a General-de-Divisão.
  • Instituto Militar de Engenharia (IME), que forma militares para o Quadro de Engenheiros Militares, nas seguintes especialidades: cartografia, comunicações, fortificação e construção, eletricidade, eletrônica, mecânica (armamento e automóvel), metalurgia, química e computação. A perspectiva na carreira é de 1º Tenente a General-de-Divisão, independente do tipo de curso de formação.
  • Escola de Sargentos de Logística (EsSlog): responsável pela formação das Sargentos de Saúde. A perspectiva na carreira é de 3º Sargento a Capitão.

A mulher que deseja ingressar no Exército como oficial ou sargento temporário deverá participar da seleção realizada pelas Regiões Militares. O militar temporário não faz carreira no Exército, e sua permanência máxima no serviço ativo é de oito anos.

O acesso ao Sistema do Serviço Militar é realizado pelas Regiões Militares sediadas no território nacional, onde a mulher concorre à seleção nas mesmas condições dos homens. As funções de Sargentos auxiliares/técnicas de enfermagem são cargos temporários privativos das mulheres.

Alistamento Militar feminino 2015 Documentos necessários

Confira quais os documentos necessários para se alistar (Foto: Divulgação)

Os documentos necessários para o alistamento militar feminino 2015  são basicamente os mesmos necessários no alistamento masculino.  O alistamento (homens e mulheres) acontece anualmente entre 1º de janeiro e 30 de abril. A inscrição deve ser feita na Junta de Serviço Militar (JSM) da cidade. Para informações sobre inscrições e concursos você pode acessar a página oficial do exército brasileiro .
  • RG
  • Certidão de Nascimento
  • Comprovante de Residência
  • Duas fotos recentes 3×4
  • Certidão de naturalização – para mulheres naturalizadas
  • Registro de Emancipação – para as indígenas
Se você tem outras dúvidas ou deseja saber mais sobre o alistamento militar feminino acesse o Site Oficial do Exército Brasileiro com uma sessão inteiramente dedicada para o alistamento e para tirar dúvidas das mulheres interessadas.

Top